O papel do professor face à literatura com crianças da educação infantil no contexto escolar

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5585/cpg.v22n2.24149

Palavras-chave:

literatura infantil; leitura; prática pedagógica

Resumo

O presente artigo aborda o segundo capítulo da minha dissertação de mestrado, que versa sobre a mediação do(a) professor(a) com a literatura infantil para crianças pequenas da Educação Infantil. Apresenta a importância de a leitura ser realizada nos primeiros anos de vida no contexto familiar; a biblioteca escolar como importante fonte de leitura e descobertas; a literatura como função social de informação e conhecimento; o ler e o contar; o caráter didático do livro; as relações entre texto e imagem e a importância da história e cultura afro-brasileira e africana no contexto escolar. Com base em conceitos propostos por Abramovich (1995), Parreiras (2012), Fonseca (2012), Lajolo (2006), Munanga (2005), Debus (2017), BNCC (Brasil, 2017), entre outros, é elaborada uma discussão sobre a relevância de a literatura infantil ser trabalhada com crianças pequenas, a partir da mediação e prática docente, referenciadas por importantes autores(as) que escrevem sobre essa temática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Simone Eliane dos Santos Pessanha, Universidade Nove de Julho - UNINOVE

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE)

Maurício Pedro da Silva, Universidade Nove de Julho - UNINOVE

Doutor pela Universidade de São Paulo (USP) e Professor Doutor no Programa de Pós- Graduação em Educação (PPGE)

Referências

ABRAMOVICH, F. Literatura infantil: gostosuras e bobices. 5. ed. São Paulo: Scipione, 1995.

BETTELHEIM, B. A psicanálise dos contos de fadas. 3. ed. Tradução de Arlene Caetano. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1980.

BIAZETTO, C. As cores na ilustração do livro infantil e juvenil. In: OLIVEIRA, I. de (org.). O que é qualidade em ilustração no livro infantil e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008. p. 74-91.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC): A Educação é a Ba-se. Brasília, DF, 2017. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=79611-anexo-texto-bncc-aprovado-em-15-12-17-pdf&category_slug=dezembro-2017-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 22 fev. 2023.

BRASIL. Presidência da República. Lei nº 10.639, de 09 de janeiro de 2003. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira”, e dá outras providências. Brasília, DF, 2003. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm. Acesso em: 22 fev. 2023.

DEBUS, E. A temática da cultura africana e afro-brasileira na literatura para crianças e jovens. São Pau-lo: Cortez, 2017.

FITTIPALDI, C. O que é uma imagem narrativa? In: OLIVEIRA, I. de (org.). O que é qualidade em ilustração no livro infantil e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008. p. 92-121.

FONSECA, E. Interações: com olhos de ler, apontamentos sobre a leitura para a prática do pro-fessor da educação infantil. Coordenação de Josca Ailine Baroukh. Organização de Maria Cris-tina Carapeto Lavrador Alves. São Paulo: Blucher, 2012. (Coleção InterAções).

FREIRE, P. A importância do ato de ler: em três artigos que se completam. 23. ed. São Paulo: Autores Associados: Cortez, 1989.

GALVÃO, C. de S. L. Existe uma literatura para bebês? 2016. 274 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Hori-zonte, 2016.

HAMPEL, L. C. dos S. M. Os bebês, a professora e os livros de literatura: reflexões sobre a mediação da leitura no Berçário. 2016. 147 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-Graduação em Educação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2016.

LAGO, A. [Depoimento]. In: OLIVEIRA, I. de (org.). O que é qualidade em ilustração no livro infan-til e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008. p. 172-173.

LAJOLO, M. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. 6. ed. São Paulo: Ática, 2006.

LIMA, T. [Depoimento]. In: OLIVEIRA, I. de (org.). O que é qualidade em ilustração no livro infan-til e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008. p. 198-201.

MUNANGA, K. Superando o Racismo na escola. 2. ed. rev. Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, 2005. Disponível em: por-tal.mec.gov.br/secad/arquivos/pdf/racismo_escola.pdf. Acesso em: 20 fev. 2023.

OLIVEIRA, R. de. Breve histórico da ilustração no livro infantil e juvenil. In: OLIVEIRA, I. de (org.). O que é qualidade em ilustração no livro infantil e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008. p. 12-47.

PARREIRAS, N. Do ventre ao colo, do som a literatura: livros para bebês e crianças. Belo Horizon-te: RHJ, 2012.

PINTO, M. L. A. Interação de bebês com livros literários. 2018. 148 f. Dissertação (Mestrado) – Pro-grama de Pós-Graduação em Educação, Universidade de Caxias do Sul, Caxias do Sul, 2018.

SANTAELLA, L. Leitura de imagens. São Paulo: Melhoramentos, 2012.

TERRA, A. [Depoimento]. In: OLIVEIRA, I. de (org.). O que é qualidade em ilustração no livro infantil e juvenil: com a palavra o ilustrador. São Paulo: DCL, 2008. p. 166-167.

Downloads

Publicado

26.12.2023

Como Citar

PESSANHA, Simone Eliane dos Santos; SILVA, Maurício Pedro da. O papel do professor face à literatura com crianças da educação infantil no contexto escolar. Cadernos de Pós-graduação, [S. l.], v. 22, n. 2, p. 185–205, 2023. DOI: 10.5585/cpg.v22n2.24149. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/cadernosdepos/article/view/24149. Acesso em: 25 fev. 2024.

Edição

Seção

Artigos