Desafios e estratégias de um grupo de educadoras de escola pública durante o período de ensino remoto na Pandemia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5585/eccos.n67.23600

Palavras-chave:

Educadores, Educação Pública, Ensino Remoto, Prática Pedagógica.

Resumo

Este artigo apresenta resultados de uma pesquisa que buscou entender quais os principais desafios enfrentados por um grupo de educadoras durante a pandemia de COVID-19, bem como identificar as estratégias pedagógicas exploradas, no período de ensino remoto, para viabilizar os processos de ensino e de aprendizagem dos estudantes do 4° ano do Ensino Fundamental de uma Escola Municipal, em Canoas/RS. Tratou-se de uma pesquisa qualitativa, com caráter exploratório, no formato de estudo de caso, cuja coleta de dados ocorreu a partir de entrevistas semiestruturadas com as docentes titulares das quatro turmas de quarto ano da instituição. Os dados foram interpretados com base na técnica de Análise de Conteúdo, emergindo quatro categorias. As categorias ‘falta de acesso à educação’ e ‘mediação pedagógica em tempos de distanciamento social’ expressam os maiores desafios encontrados pelas educadoras durante as aulas remotas. As categorias ‘busca pela interação e manutenção de vínculos’ e ‘trabalho colaborativo’ denotam as estratégias pedagógicas utilizadas pelas entrevistadas para enfrentar as dificuldades desse período. Os resultados também evidenciam a necessidade de políticas públicas que busquem auxiliar no desenvolvimento de práticas pedagógicas adaptadas à nova realidade e atenuem os déficits de aprendizagem acumulados após o período de aulas remotas.

CROSSMARK_Color_horizontal.svg

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kátia Renata Quinteiro Juliano, Secretaria Municipal de Educação de Canoas/RS – SME

Mestra em Educação. Atualmente trabalha junto à Secretaria Municipal de Educação de Canoas - RS, no setor de Avaliação. Contato: katiaqjuliano@gmail.com

Cristine Gabriela de Campos Flores, Universidade La Salle – Unilasalle

Doutora em Educação. Atualmente atua como Analista de Pesquisa Científica pela Universidade La Salle. Contato: cristinegabriela@gmail.com

Cledes Antonio Casagrande, Universidade La Salle – Unilasalle

Doutor em Educação. Atualmente é Reitor da Universidade La Salle (UNILASALLE) de Canoas, RS, e docente permanente no PPG em Educação dessa mesma instituição. Contato: cledes.casagrande@unilasalle.edu.br.

Luciana Backes, Universidade La Salle – Unilasalle

Doutora em Educação. Professora titular do PPG em Educação da Universidade La Salle (UNILASALLE) de Canoas. Pesquisadora visitante ao Laboratoire Sciences, Société, Historicité, Education, Pratiques (S2HEP) Université Claude Bernard Lyon 1. Contato: luciana.backes@unilasalle.edu.br 

Referências

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2006.

CASAGRANDE, Cledes Antonio. G. H. Mead & a Educação. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

CASAGRANDE, Cledes Antonio; HERMANN, Nadja. Formação e homeschooling: controvérsias. Práxis Educativa, [S. l.], v. 15, p. 1–16, 2020. https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.15.14789.032.

CHARLOT, Bernard. A pesquisa educacional entre conhecimentos, políticas e práticas: especificidades e desafios de uma área do saber. Revista Brasileira de Educação, Rio de Janeiro, v. 11, n. 31, p. 7-18, abr. 2006. https://doi.org/10.1590/S1413-24782006000100002

CHARLOT, Bernard. A questão antropológica na Educação quando o tempo da barbárie está de volta. Educar em Revista, Curitiba, v. 35, n. 73, p. 161-180, jan./fev. 2019. https://doi.org/10.1590/0104-4060.62350.

DEWEY, John. Experiência e educação. Petrópolis, RJ: Vozes, 2010.

FRANCO, Sérgio Roberto Kieling; MACHADO, Diandra Dal Sent. A ideia de mediação no interacionismo piagetiano: alguns apontamentos. Schème: Revista Eletrônica de Psicologia e Epistemologia Genéticas, v. 12, n. 2, p. 41-64, 2020. Disponível em: https://revistas.marilia.unesp.br/index.php/scheme/article/view/11376. Acesso em: 06 de jun. 2021.

G1. Pandemia, levou à perda de 255 milhões de empregos em 2020, diz OIT. G1. 2021. Disponível em: https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/2021/01/25/pandemia-levou-a-perda-de-255-milhoes-de-empregos-em-2020-diz-oit.ghtml. Acesso em: 30 fev. 2021.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

HABERMAS, Jürgen. Consciência moral e agir comunicativo. 2.ed. Rio de Janeiro: Tempo Brasileiro, 2003.

HERMANN, Nadja. A aprendizagem da dor. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 45, n. 4, p. 1-12, 2020. DOI: https://doi.org/10.1590/2175-6236110033.

IBRAHIN, Francini Imene Dias; BORGES, Amanda Tavares. Violência doméstica em tempos de confinamento obrigatório: a epidemia dentro da pandemia. Revista Jus Navigandi, 2020. Disponível em: https://jus.com.br/artigos/85555. Acesso em: 13 fev. 2021.

JULIANO, Katia Renata Quinteiro; A percepção das educadoras do 4º ano do ensino fundamental sobre a aprendizagem dos estudantes por meio de dispositivos móveis durante a Pandemia de 2020: um estudo de caso. 2021. 127 f. Dissertação (mestrado em Educação) - Universidade La Salle, Canoas, 2021. Disponível em: http://hdl.handle.net/11690/2298. Acesso em: 01 nov. 2023.

MARQUES, Mario Osório. Os Paradigmas da Educação. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, Brasília, v. 73. n. 175, p. 547-565, set/dez. 1992.

MARQUES, Mario Osório. Pedagogia: a ciência do educador. 2. ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 1996.

MARQUES, Mario Osório. A aprendizagem na mediação social do aprendido e da docência. 2.ed. Ijuí: Ed. Unijuí, 2000. 144p.

MEAD, George Herbert. Mind, Self, and Society: from the Standpoint of a Social Behaviorist. Chicago: The University of Chicago Press, 1967.

PIAGET, Jean. Epistemologia genética. 2° ed. São Paulo. Martins Fontes. 2002.

PIAGET, Jean. A psicologia da inteligência. Editora Vozes Limitada, 2013.

PIRES, Cláudia. SIMÃO, Ana. POZZER, Kátia. Representações espaciais, juventude e periferia: Guajuviras/Canoas/RS e seus desafios urbanos. Disponível em: http://www4.fsanet.com.br/revista/index.php/fsa/article/view/86. Acesso em: 02 jan. 2023.

SALES, Marcelo Ribeiro; NASCIMENTO, Diogo Silva do. Educação é um direito de todos? Os desafios da prática docente nas periferias em tempos de pandemia. Revista Interinstitucional Artes de Educar, v. 6, n. 4, p. 18-31, 2020. Disponível em: https://www.e-publicacoes.uerj.br/index.php/riae/article/view/52369. Acesso em 02 jan. 2023.

SANTOS, Boaventura de Sousa. A cruel pedagogia do vírus. Boitempo Editorial, 2020.

SARMENTO, Dirleia Fanfa; CASAGRANDE, Cledes Antonio. Processos constitutivos das políticas educacionais no âmbito municipal: a pesquisa-ação colaborativa enquanto postura epistemológica, metodológica e política. Práxis Educativa (Impresso), v. 9, p. 531-552, 2014.

SAVIANI, Demerval. GALVÃO, Ana Carolina. Educação na pandemia: a falácia do “ensino remoto”. Revista Universidade e Sociedade, v. 1, n. 67, p. 36-49, 2021.

YIN, Robert K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. Ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

Downloads

Publicado

18.12.2023

Como Citar

JULIANO, Kátia Renata Quinteiro; FLORES, Cristine Gabriela de Campos; CASAGRANDE, Cledes Antonio; BACKES, Luciana. Desafios e estratégias de um grupo de educadoras de escola pública durante o período de ensino remoto na Pandemia. EccoS – Revista Científica, [S. l.], n. 67, p. e23600, 2023. DOI: 10.5585/eccos.n67.23600. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/eccos/article/view/23600. Acesso em: 24 fev. 2024.