O ensino da recepção estético-literária e a formação humana

Newton Duarte, Nathalia Botura de Paula Ferreira, Maria Cláudia da Silva Saccomani, Mariana de Cássia Assumpção

Resumo


Este artigo defende a possibilidade e a necessidade do ensino escolar da recepção estético-literária, entendida como a atividade mental de apropriação, pelos indivíduos, de obras produzidas nos campos das artes e da literatura. Inicialmente são analisadas, com base em Georg Lukács e Lev Vigotski, algumas relações entre a arte e o processo de desenvolvimento do gênero humano e de cada indivíduo. Na sequência, polemizando com a já antiga contraposição entre ensinar e educar, é explorada a discussão feita por Antonio Gramsci sobre o ensino gramatical de Latim e Grego na escola tradicional. O artigo conclui seu percurso analisando a formação deliberada e sistemática da recepção estético-literária na educação escolar a partir de estudos realizados por Aleksei N. Leontiev sobre o processo de apropriação da cultura pelo indivíduo.

Palavras-chave


Arte; Educação; Vigotski; Lukács; Gramsci

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n28.3593

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



EccoS – Revista Científica

e-ISSN: 1983-9278
ISSN: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br

EccoS – Revista Científica ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional