Análise cinemática da projeção anterior da cabeça

Ana Carolina Botelho Menegatti, Patricia Guilhen, Fernanda Correa Ferreira, Mirela P. Cobra, Luis Mochizuki, Rubens Correa Araujo

Resumo


Um procedimento de avaliação que considere a interação das disfunções temporomandibulares e postura faz-se necessário para um tratamento adequado. O objetivo deste trabalho foi descrever a posição da cabeça por meio da cinemetria bidimensional. A amostra foi composta por 15 indivíduos, com projeção anterior da cabeça, e 15, sem, marcados nos acidentes anatômicos do zigomático, na articulação esterno-clavicular, no trágus, no occipital e na primeira vértebra torácica. Foram fotografados nos planos frontal e lateral. As coordenadas planares foram calculadas para definir as relações angulares zigomático-esternal, trágus-esternal e occipto-T1. As medidas zigomático-esternal e trágus-esternal são diferentes entre os grupos (p<0,05) e maiores no grupo com projeção anterior da cabeça. Verificou-se que a cinemetria é capaz de quantificar a projeção anterior da cabeça por meio da medida da inclinação das linhas trágus-esterno e zigomático-esterno. No entanto, as medidas da distância occipto-T1 não são diferentes entre grupos.

Palavras-chave


Cinemetria; Postura; Projeção; Unitermos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v7i3.1007

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2008 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.