Influência da fisioterapia assistida por animais em relação à cognição de idosos – estudo de atualização

Aline Pecelin, Luciana Ambrozio Furlan, Andrea Marques Berbel, Fernanda Varkala Lanuez

Resumo


A terapia assistida que utiliza animal como co-terapeuta está associada à terapia convencional, realizada por um profissional da área da saúde. Considera-se cognição a complexa coleção de funções mentais que inclui memória e raciocínio. Neste estudo, procurou-se analisar a efetividade da fisioterapia assistida por animais e seus principais benefícios, além de verificar se há melhora no declínio cognitivo em idosos. Para isso, realizou-se revisão de livros, sites indexados e periódicos dos últimos 15 anos que tratam da terapia assistida por animais. Estudos desenvolvidos mostram que o simples contato com o animal já é suficiente para promover o bem-estar. Alguns benefícios dessa terapia já foram comprovados, como a diminuição da ansiedade e a melhora do humor. Concluiu-se, por meio deste estudo, que esse tipo de fisioterapia demonstrou ter grande influência na melhora da cognição, porém verifica-se que há necessidade de que outros estudos sejam desenvolvidos para comprovar seus reais benefícios.

Palavras-chave


Declínio cognitivo. Fisioterapia. Idosos.Terapia assistida por animais.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v6i2.1075

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2007 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.