Análise descritiva do uso de ventilação mecânica não invasiva durante exercício em pacientes com DPOC

Juliana Moreno, Simone Dal Corso, Carla Malaguti

Resumo


Pacientes com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) comumente apresentam intolerância a exercícios de intensidade variável, classicamente atribuída ao distúrbio ventilatório. Nesse sentido, o uso da ventilação mecânica não invasiva (VMNI), concomitante à reabilitação pulmonar (RP) em pacientes DPOC, tem sido proposto para permitir o treinamento físico em pacientes gravemente limitados. Com o intuito de analisar a fundamentação científica, opinião de autores, ou consenso sobre a VMNI e seus efeitos adicionais à RP, foi realizada revisão das modalidades mais utilizadas durante o exercício em pacientes com DPOC (CPAP, binível, PS e PAV). A modalidade ventilação proporcionalmente assistida, associada ao treinamento físico, mostrou maior eficácia pela magnitude do efeito em reduzir a dispnéia e melhorar a tolerância ao exercício. Em contrapartida, a pressão positiva contínua nas vias aéreas foi a menos expressiva em termos de benefícios.

Palavras-chave


Doença pulmonar obstrutiva crônica. Tolerância ao exercício. Ventilação mecânica não invasiva.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v6i2.1115

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2007 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciado com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional