Efeitos da mobilização precoce na resposta cardiovascular e autonômica no pós-operatório de revascularização do miocárdio

Priscila Barbosa, Francisco Valdez Santos, Peter Michael Neufeld, Graziella França Bernardelli, Shamyr Sulyvan Castro, José Honório Palma Fonseca, Gerson Cipriano Jr

Resumo


OBJETIVOS: Observar respostas cardiovasculares ante a mobilização precoce no pós-operatório de revascularização do miocárdio. MÉTODO: Intervenção com 5 pacientes submetidos à revascularização do miocárdio, com idade entre 45 e 65 anos. Mobilização realizada no segundo dia pós-operatório, consistindo na mobilização passiva ou ativa de membros inferiores por 6 minutos, um minuto para cada membro, com 30 segundos para descanso. Analisadas a frequência cardíaca (FC, bpm), frequência respiratória (f, rpm), pressão arterial sistólica (PAs, mmHg) e diastólica (PAd, mmHg), duplo produto (DP) e variabilidade da frequência cardíaca (VFC). RESULTADOS: Houve aumento da FC na mobilização precoce (p=0,004) e exercício ativo (p<0,01) com diminuição após a atividade (p<0,05); FC foi maior na mobilização ativa em relação a passiva (p<0,05). O DP aumentou com a mobilização ativa. Não houve alterações nas demais variáveis. CONCLUSÕES: As respostas cardiovasculares ocorreram, como esperado, com elevação da FC e retirada vagal, sem ativação simpática e elevação da PA no exercício ativo.

Palavras-chave


Cirurgia cardíaca; Mobilização precoce; Sistema nervoso autonômico

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v9i1.2159

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2010 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.