Análise clínica e radiográfica pré e pós-tratamento conservador na escoliose idiopática do adolescente: estudo de caso

Letícia Rodrigues Cardoso, Claus Gonçalves, Cristiane Bonvicine, Marcelo Adriano I. Barboza

Resumo


Introdução: Escoliose Idiopática do Adolescente (EIA) é uma doença de causa desconhecida e diagnosticada em indivíduos com idade igual ou superior a 10 anos. A base do tratamento é uma avaliação fidedigna, compreendendo anamnese, exame físico e obtenção de radiografia. A avaliação clínica compreende o teste de Adams, análise postural e cálculo do ângulo de Cobb. Objetivo: Analisar alterações clínicas e radiográficas pré e pós-tratamento conservador em paciente portador de EIA. Métodos: Os recursos terapêuticos utilizados foram técnicas de iso-streching, terapia manual e órtese toracolombossacra. Resultados: Ao finalizar 30 sessões, os dados foram analisados por comparação entre as avaliações pré e pós-tratamento fisioterapêutico, e teve como parâmetros os resultados do teste de Adams, do ângulo de Cobb e da análise fotográfica. A paciente apresentou diminuição da gibosidade no teste de Adams, redução do ângulo de Cobb em 6º e melhora postural. Conclusão: Com o tratamento conservador da EIA, obtiveram-se resultados clínicos e radiográficos significativos.

Palavras-chave


Escoliose; Fisioterapia (técnicas); Postura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.