Prevalência de discentes fumantes, estudo da dependência da nicotina

Diego Apolinário Calasans, Geórgia Aparecida Santos Araújo, Deise Sales Araújo, Stela Aparecida Alexandre, Luciana Maria Malosa Sampaio, Adriana Battagin Angelini

Resumo


Introdução: A OMS considera o tabagismo a principal causa de morte evitável. Atualmente, a conscientização dos malefícios causados pelo tabagismo é considerado o melhor tratamento. Objetivo: Avaliar a prevalência de fumantes em discentes, analisando o nível de dependência da nicotina. Métodos: Os dados analisados provem de amostras coletadas, após a aplicação de um questionário com 8 perguntas sobre o tabagismo em discentes da área da saúde da Universidade Nove de Julho. Os discentes fumantes foram submetidos ao Teste de Fagerstrom para avaliar e ter o conhecimento do seu real nível de dependência da nicotina. Resultados: Após uma análise do tipo transversal, foram obtidos no estudo 218 fumantes, sendo 157 mulheres e 61 homens que foram submetidos ao teste de Fagerstrom. Verificou-se que os níveis de dependência variaram, apresentando os seguintes resultados: 68,35% grau leve, 25,23% moderado e 3,21% grave. Conclusão: Concluiu-se que o tabagismo representa um grave problema de saúde pública que atinge os profissionais em formação na área da saúde.

Palavras-chave


Estudantes; Nicotina; Síndrome de abstinência a substâncias; Tabagismo; Transtorno por uso de tabaco.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.