Saúde bucal de moradores de um bairro pobre de Xangri-Lá, RS, Brasil

Márcia Cançado Figueiredo, Kátia Valença Correia Leandro Silva, Jaqueline Lansing Faneze, Emanuele Lilian Gass

Resumo


Introdução: Para promover saúde é preciso conhecer as condições em que um indivíduo vive e suas interações com a família e a comunidade. Objetivo: Fazer um levantamento das condições de saúde bucal de 104 famílias residentes no bairro Figueirinha, no município litorâneo de Xangri-Lá, RS, Brasil. Método: Por meio de visitas domiciliares, realizou-se o levantamento dos dados dessas famílias. Resultados: Constatou-se que se tratava de uma população jovem, de baixa renda e nível de escolaridade igualmente baixo, vivendo em moradias com péssima infraestrutura. Com relação à saúde bucal, encontraram-se altos índices de placa visível (74,7%) e sangramento gengival (63,6%). Referente à experiência de cárie, os jovens apresentaram grande número de dentes cariados, e os adultos, de dentes perdidos, retratando um perfil de comunidade carente de cuidados com saúde e higiene bucal. Conclusão: Essa população apresentou má condição de saúde bucal e qualidade de vida.

Palavras-chave


Doenças da gengiva; Placa dentária; Saúde bucal.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v10i2.2647

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.