Evolução antropométrica, postural e do equilíbrio de crianças com sobrepeso e obesidade

Carla Súnega Camargo, Karina Pereira

Resumo


Objetivo: Verificar dados antropométricos, a postura e o equilíbrio de crianças no Ambulatório de Distúrbios Nutricionais. Métodos: Participaram 20 crianças com idade de 8,4 (±1,5) anos, atendidas por uma equipe multiprofissional (médico, nutricionista e fisioterapeuta). Foram avaliados os dados antropométricos (IMC), a postura e o equilíbrio estático e dinâmico das crianças ao entrarem no projeto do ambulatório, e após três meses. Na primeira avaliação, passaram-se orientações quanto à dieta, à prática de exercício físico e à correção de postura. Os dados foram analisados de forma descritiva e pelo teste de Wilcoxon, nível de significância de 5%. Resultados: Na primeira avaliação, as crianças apresentaram IMC de 23,67 (±2,6) kg/m²; e na segunda, de 23,65 (±2,4) kg/m²; a alteração postural mais observada foi abdômen protuso em ambas as avaliações (75% e 70%, respectivamente). No equilíbrio estático, houve diferença nas tarefas de imobilidade (p=0,054, do perfil eupráxico para hiperpráxico) e de apoio retilíneo (p=0,021, do dispráxico para eupráxico). Conclusão: O sobrepeso e a obesidade alteraram a postura e o equilíbrio das crianças avaliadas, e com as orientações foi possível verificar algumas mudanças no perfil psicomotor.

Palavras-chave


Criança; Equilíbrio postural; Fisioterapia; Obesidade; Postura.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n2.3221

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.