Efeitos imediatos do reequilíbrio tóraco-abdominal em crianças com doença do refluxo gastroesofágico – relato de série de casos

Anelise Zimmermann de Ajambuja, Paloma Lopes Francisco Parazzi, Lilian Gerdi Kittel Ries, Camila Isabel Santos Schivinski

Resumo


Introdução: O retorno involuntário e frequente do conteúdo gástrico na doença do refluxo gastro-esofágico (DRGE) pode desencadear alterações respiratórias. O método fisioterapêutico de Reequilíbrio Tóraco-Abdominal (RTA) tem como característica minimizar alterações na mecânica respiratória, melhorando a ventilação e o consequente esforço respiratório. Objetivo: Avaliar efeitos imediatos dos manuseios do RTA em parâmetros cardiorrespiratórios, sinais de desconforto respiratório (Boletim de Silvermann-Anderson), dor (escala de Lawrence), comportamento (escala de Prechtl e Beinteman) e sintomas (questionário) em crianças. Métodos: Foram avaliadas dez crianças, com média de idade de 15,01+18,20 meses, sendo os parâmetros de avaliação supracitados verificados antes, imediatamente após e 15 minutos depois da aplicação do RTA. Resultados: A técnica apresentou efeitos positivos no sistema cardiorrespiratório, evidenciado pelo aumento da SpO2, e diminuição da fr, na maioria das crianças com DRGE. Conclusão: A aplicação do Reequilíbrio Tóraco-Abdominal apresentou benefícios nas crianças com DRGE, sem repercutir no comportamento ou provocar intercorrências.

Palavras-chave


Criança; Fisioterapia, refluxo; Refluxo Gastroesofágico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v11n4.3647

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.