Prevalência de lesões em escolares praticantes de atividade física: uma análise retrospectiva

Fábio Saraiva Flôres, Luciane Sanchotene Etchepare Daronco, Fernando Copetti, Priscila Lopes Cardozo, Ricardo Drews, Laércio André Gassen Balsan

Resumo


Introdução: Estudos demonstram que a prática de atividade física pode proporcionar benefícios para as pessoas; porém, sempre há o risco de lesões. Objetivos: Realizar uma análise retrospectiva da prevalência de lesões em escolares, nas aulas de Educação Física, e nas equipes esportivas representativas de escola da região central do Rio Grande do Sul, Brasil. Métodos: Foi realizado um levantamento retrospectivo das lesões em escolares no período de três anos. O instrumento utilizado foi o Inquérito de Morbidade Referida (IMR). Resultados: Os achados apresentaram diferentes tipos de lesões, sendo a natureza mais frequente a entorse; o segmento corporal mais afetado pelas lesões o tornozelo, e a equipe representativa que apresentou maior prevalência de lesões foi a de basquetebol. Conclusões: Os dados servem como alerta para os professores de Educação Física, visando à diminuição da prevalência de lesões por parte de seus alunos.

Palavras-chave


Adolescentes; Educação física; Esportes; Lesões.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v12n3.4295

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.