Acesso aos serviços de fisioterapia e sua utilização por idosos com dor lombar

Juleimar Soares Coelho Amorim, Silvia Lanziotti Azevedo da Silva, Leani Souza Máximo Pereira, Rosângela Côrrea Dias

Resumo


Introdução: O envelhecimento da população brasileira tem-se traduzido em desafios e demandas para os serviços de reabilitação. Objetivo: Analisar o acesso aos serviços de fisioterapia ambulatorial e o uso destes pelos idosos com dor lombar, e aferir sua satisfação com esses serviços. Métodos: Realizou-se um estudo longitudinal, com idosos divididos em três grupos e investigados em entrevista presencial e por contatos telefônicos (follow up 1, seis semanas, e follow up 2, três meses). Resultados: Entre os 76 participantes, 85,5% não faziam uso do serviço, sendo 61,8% encaminhados pelo médico. Após três meses, os principais motivos para não fazer fisioterapia foram: fila de espera (34%), repouso (30,2%) e uso de analgésicos (50%). Entre os que conseguiram acesso, a satisfação foi avaliada de bom a ótimo. A Anova demonstrou não haver diferença significativa entre os três grupos referente às variáveis analisadas. Conclusão: Evidenciou-se alta dificuldade de acesso à fisioterapia devido à fila de espera.

Palavras-chave


Acesso aos serviços de saúde; Dor lombar; Especialidade Fisioterapia; Idosos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v12n4.4467

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2013 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.