Efeitos do treinamento combinado sobre a proteína C-reativa ultrassensível em indivíduos com síndrome metabólica*

Ramão Rodrigo Stocker dos Santos, Juliano Boufleur Farinha, Cati Reckelberg Azambuja, Daniela Lopes dos Santos

Resumo


Introdução: O exercício físico tem bons resultados na prevenção e tratamento dos fatores de risco da síndrome metabólica. Objetivo: Analisar os efeitos de um programa de exercícios físicos sobre o perfil bioquímico de indivíduos com síndrome metabólica. Métodos: Um grupo de 19 sujeitos com síndrome metabólica realizou atividades de musculação e caminhada (1h 30 min), três vezes na semana; e outro, com 11 indivíduos, frequentou palestras com informações sobre nutrição. Todos foram submetidos a exames sanguíneos, medidas da pressão arterial, antropometria e testes de força e de resistência cardiovascular antes e após o período de 12 semanas de treinamento. Resultados: O grupo submetido ao treinamento apresentou aumento nos níveis de HDL-C e glicose, e uma diminuição nos de hs-PCR, em relação aos níveis basais. Conclusão: A prática de exercícios físicos ocasionou diminuição nos níveis de PCR, e aumento nos de HDL-C colesterol.

Palavras-chave


Exercício físico; Proteína C-Reativa; Síndrome X Metabólica.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v13n2.4537

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2014 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.