Influência da ordem dos exercícios no desempenho do número de repetições com baixa intensidade de carga em homens destreinados

Andrea Jansen da Silva, Humberto Miranda, Belmiro Freitas de Salles, Marianna de Freitas Maia, Tiago Figueiredo, Jefferson da Silva Novaes, Roberto Simão

Resumo


Introdução: A ordem dos exercícios pode afetar significativamente o desempenho de força muscular. Objetivo: Comparar o desempenho de repetições máximas e percepção subjetiva de esforço adotando diferentes ordens de exercícios. Métodos: Trinta e seis homens destreinados (27,86 ± 2,89 anos) realizaram duas sessões, a saber: SEQA – com a seguinte sequência: supino reto (SR), puxada alta (PA), desenvolvimento (DS), rosca bíceps (RB), rosca tríceps (RT), leg press (LP), cadeira extensora (CE) e mesa flexora (MF); e SEQB – com ordem inversa adotada para RT, RB, DS, PA, SR, MF, CE, LP. Resultados: Os exercícios SR, PA, RB e RT mostraram valores significativamente maiores no número total de repetições na SEQA. Quanto a MF, CE, LP, não houve diferença significativa. A percepção subjetiva de esforço apresentou diferença para os seguintes exercícios: MF, RB e RT entre as sequências. Conclusão: Dessa forma, os grupos musculares priorizados devem ser exercitados no início das sequências.

Palavras-chave


Exercício; Fadiga; Força muscular; Treinamento de resistência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v14n1.5137

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.