Efeitos de um programa multiprofissional de tratamento da obesidade sobre o hábito e a frequência alimentar em adolescentes: diferenças entre sexos

Danilo Fernandes da Silva, Josiane Aparecida Alves Bianchini, Vanessa Drieli Seron Antonini, Carlos Andres Lopera Barrero, Idalina Diair Regla Carolina, Nelson Nardo Junior

Resumo


Objetivo: Avaliar os efeitos de um Programa Multiprofissional de Tratamento da Obesidade (PMTO) sobre os hábitos alimentares de adolescentes de ambos os sexos. Métodos: Fizeram parte do estudo 53 adolescentes com excesso de peso, com idades entre 11 e 18 anos, sendo 30 meninas. A análise dos hábitos alimentares foi feita a partir do questionário de frequência alimentar e recordatório alimentar de 24 horas. Foram reportados dados referentes a oito semanas de intervenção. Resultados: Foi observada redução do consumo de doces (p=0,011) por parte das meninas, e de macarrão (p=0,039) e ovos (p=0,040) pelos meninos. Houve redução no valor calórico total nas meninas (p=0,006). O grupo feminino também demonstrou redução do consumo absoluto de carboidratos (p=0,016), proteínas (p=0,035), lipídios (p=0,018) e lipídios poli-insaturados (p=0,011). Quanto aos micronutrientes, houve redução no consumo de sódio (p=0,003) no mesmo grupo. Conclusão: Mudanças nos hábitos alimentares foram observadas em maior proporção no sexo feminino.

Palavras-chave


Adolescente; Comportamento alimentar. Estilo de vida; Obesidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v14n2.5380

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.