Treino materno para estimulação domiciliar sugere melhora no desenvolvimento motor de prematuros

Danielle Mendonça Araujo, Mariane Fernandes Ribeiro, Ana Paula Espíndula

Resumo


Objetivo: Avaliar o desenvolvimento motor de lactentes pré-termo no primeiro mês de idade cronológica e comparar com o desempenho no primeiro e no terceiro mês de idades corrigidas, após treinamento materno para estimulação domiciliar. Métodos: Selecionaram-se seis lactentes, com idade gestacional média de 33,6 semanas, peso ao nascimento médio de 1853 g e APGAR ≥ 7 no quinto minuto. Realizou-se treinamento em cinco encontros, sendo utilizada uma cartilha para auxiliar orientações. Para avaliação, usou-se a Escala Motora Infantil de Alberta. Resultados: Os lactentes obtiveram pontuações abaixo do esperado com um mês cronológico, evidenciando a necessidade de correção da idade. Houve aumento significativo na pontuação da amostra no primeiro mês de idade corrigida, e manutenção no terceiro mês de idade corrigida. Conclusão: Verificou-se que há uma tendência à melhora do desempenho motor dos lactentes prematuros cujas mães realizam a estimulação precoce domiciliar e essa pode ser mais uma estratégia terapêutica utilizada pelos profissionais.

Palavras-chave


Assistência domiciliar; Desenvolvimento infantil; Estimulação precoce; Habilidades motoras; Prematuro.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v14n3.5665

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.