Treinamento de tênis de mesa em ambiente virtual não melhora desempenho de crianças em espaço real

Caio Victor Sousa, Marcelo Magalhães Sales, Renan Renato Cruz dos Santos, Ítalo Rodrigues Sena, Pierre Brandão, Rafael dos Reis Olher, Carmen Silvia Grubert Campbell, Renata Elias Dantas

Resumo


Introdução: O desenvolvimento motor de crianças está associado a fatores físicos, afetivos e cognitivos e ambientes virtuais como videogames ativos (VGA) podem ser uma alternativa inovadora e motivadora. Objetivo: Investigar o efeito de cinco dias de treinamento de tênis de mesa em ambiente virtual sobre o desempenho de saque de em espaço real. Materiais e Método: Dois grupos (experimental e controle) de crianças com idade de 9.32±0.6 anos participaram. O grupo experimental praticou o saque do tênis de mesa no VGA diariamente por cinco dias. Após a intervenção, ambos grupos foram submetidos a um teste na mesa tradicional, no qual se verificava a quantidade de acertos no saque. Resultados: Não foram encontradas diferenças significativas na quantidade de acertos entre os grupos, assim como uma baixa magnitude do efeito. Conclusões: O treinamento de tênis de mesa em VGA parece não melhorar o desempenho no saque de crianças.

Palavras-chave


Atividade motora; Terapia de exposição à realidade virtual; Aprendizagem por associação.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v15n1.5924

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.