Influência de tarefas cognitivas sobre o equilíbrio estático de indivíduos saudáveis

Mariana Lessa de Castro, Mariane Megliorini Godinho, Loide A. Fernandes de Oliveira, Claudia Oliveira Santos, Luanda A. Collange Grecco, Hugo Pasini Neto

Resumo


Introdução: O controle postural depende da ação integrada dos sistemas sensoriais e motores, e uma maior demanda atencional em situações de dupla-tarefa possivelmente acarreta maior oscilação postural. Objetivo: comparar a influência de tarefas cognitivas sobre o equilíbrio estático de indivíduos saudáveis. Materiais e métodos: estudo transversal realizado com 20 participantes adultos saudáveis. Os participantes foram submetidos a avaliação estabilométrica (olhos abertos e fechados) durante a execução de tarefas cognitivas (Stroop Test e contagem regressiva) e na situação controle (sem tarefa). Os deslocamentos do centro de pressão foram coletados e analisado. Resultados: Houve diferença significante dos efeitos obtidos na execução da tarefa matemática em comparação às demais situações (aumento da área de deslocamento e oscilações do centro de pressão). As demais comparações do tamanho do efeito não demonstraram significância. Conclusão: A execução de tarefas cognitivas influenciou o equilíbrio estático dos participantes. A tarefa matemática demonstrou maior influencia sobre o equilíbrio estático.

Palavras-chave


Equilíbrio Postural; Postura; Cognição; Atenção.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v15n2.6463

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.