Efeitos de exercícios físicos praticados em Unidades Básicas de Saúde

Vanessa Carvalho Leite Gama Rocha, Carolina Kosour, Maria Jaqueline Pereira, José Roberto Sostena Neto, Silvia Lanziotti Azevedo da Silva

Resumo


Introdução: O exercício físico tem sido incentivado na Atenção Primária à Saúde.Objetivo: comparar dois grupos de indivíduos praticantes de exercícios físicosna Atenção Primária e sedentários, em relação a possíveis benefícios desta paraa saúde. Método: Foram avaliados 38 indivíduos, divididos em dois grupos: participantesde grupos de exercício físico e sedentários. A avaliação inicial e finaldos dois grupos conteve dados sociodemográficos e clínicos, capacidade físicae respiratória e qualidade de vida. Os dados foram comparados intra-grupose inter-grupos. Resultados: Nas analises intra-grupos, foram significativas(p<0,05) as diferenças na qualidade de vida, no grupo de exercício, e capacidadefísica e qualidade de vida no grupo sedentário. Na comparação inter-grupos,somente capacidade física foi diferente (p<0,05). Conclusão: Os exercícios físicosrealizados na Atenção Primária apresentam necessidade de reorganização paraalcance de melhores resultados.

Palavras-chave


Atividade Motora; Atenção Primária à Saúde; Qualidade de Vida; Fisioterapia; Saúde Pública.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v16n3.7670

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2017 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.