O retorno às aulas presenciais e os sentimentos vividos por acadêmicos durante a pandemia da Covid-19

Débora de Paula Martins, Priscilla Bellard Mendes de Souza

Resumo


Diante do momento pandêmico causado pela Covid-19, o mundo foi afetado em várias esferas sociais e educacionais, modificando os formatos das aulas presenciais para o ensino online.  Com isso, mediante o avanço da vacinação, estuda-se o retorno às aulas presenciais. Nesse sentido, o objetivo desse trabalho foi descrever a percepção dos estudantes e os sentimentos mais vivenciados por eles, através de onze perguntas estruturadas. Um formulário foi elaborado através do aplicativo Google forms e disponibilizado por meio do WhatsApp, a uma amostra populacional de 152 alunos de duas instituições, sendo uma pública e outra privada no município de Altamira-Pará. Os resultados caracterizaram a ocorrência de sentimentos como a preocupação, a ansiedade, o medo, o estresse e tristeza. Observou-se que a pandemia afetou o aspecto emocional dos participantes.


Palavras-chave


isolamento social; grupo de risco; vacinação; adoecimento mental; alunos de graduação.

Texto completo:

PDF (English)

Referências


ALMEIDA, T. F. A pandemia de Covid-19: reflexos na garantia do direito à educação. Pensar Acadêmico, Manhuaçu, v. 18, n. 5, p. 881-894, dezembro, 2020.

BARATA, R. C. B. Epidemias. Caderno Saúde Pública, v. 3, n. 1, p. 9-15. 1987. Disponível em http://dx.doi.org/10.1590/S0102-311X1987000100002. Acesso em: 27 ago. 2021.

BARROSO, C. L. M.; MELLO, G. N. O acesso da mulher ao ensino superior brasileiro. Cadernos de Pesquisa, São Paulo, n. 15, p. 47-77. 1975.

BRASIL. Lei 13979, de 6 de fevereiro de 2020. Dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública de importância internacional decorrente do coronavírus responsável pelo surto de 2019. Fonte: DOU. Disponível em https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/lei-n-13.979-de-6-de-fevereiro-de-2020-242078735. 2020a. Acesso em: 30 ago 2021.

BRASIL. Parecer CNE/CP 5/2020. Reorganização do Calendário Escolar e da possibilidade de cômputo de atividades não presenciais para fins de cumprimento da carga horária mínima anual, em razão da Pandemia da COVID-19. Brasília: CNE, 2020b.

BRASIL. Ministério da Saúde. Protocolo de manejo clínico da Covid-19 na atenção especializada. Fonte: Ministério da Saúde. Disponível em: https://docs.bvsalud.org/biblioref/2020/05/1096764/protocolo-de-manejo-cl-nico-para-o-covid-19.pdf. 2020c. Acesso em: 02 set. 2021.

BROOKS, S. K.; WEBSTER, R. K.; SMITH, L. E.; WOODLAND, L.; WESSELY, S.; GREENBERG, N.; CABRERA, S. F. D.; CLAVEL, L. L. M.; ROMÁN, M. A. H. Covid-19. Visión del Anestesiólogo. Rev. Cuban Cardiol. v. 26, n. 1, p. 1-5. 2020.

CARVALHEIRO, J. R. Os coletivos da Covid-19. Estudos Avançados, v. 34, n. 99, p. 7-24. ISSN 1806-9592. 2020. Disponível em https://doi.org/10.1590/s0103-4014.2020.3499.002. Acesso em: 07 set. 2021.

CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS EM EMERGÊNCIAS E DESASTRES EM SAÚDE. FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ (CEPEDES/FIOCRUZ). Saúde mental e Atenção Psicossocial na Pandemia Covid-19: Recomendações gerais. Brasília. 2020.

DALGALARONDO, P. A afetividade e suas alterações. In: Psicologia e Semiologia dos Transtornos Mentais. 3. ed. Porto Alegre: Artmed. 165 p. 2020.

DIAS, N. G.; VOGADO, G. E. R.; BARRETO, L. D. W.; JUNIOR, S. L.W.; BARBOSA, S. E.; RODRIGUES, E. A. Retorno às aulas presenciais no sistema educacional do estado do Pará Brasil: Obstáculos e desafios durante a epidemia de Covid-19 (Sars-Cov-2). Braz. J. of Develop., Curitiba, v. 6, n. 6, p. 37906-37924. ISSN 2525-8761. 2020.

DOMINGUES, C. M. A. S. Desafios para a realização da campanha de vacinação contra a Covid-19 no Brasil. Cadernos de Saúde Pública, v. 37, n. 1. ISSN 1678-4464. doi: 10.1590/0102-311X00344620. Acesso em 18 ago 2021. 2021.

FARIAS, H. S. O avanço da Covid-19 e o isolamento social como estratégia para redução da vulnerabilidade. Espaço e Economia, n. 17. 2020. Disponível em: journals.openedition.org/espacoeconomia/11357. Acesso em 12 set. 2021.

FERREIRA, L. M. B. M. et al. Perfil epidemiológico da comunidade acadêmica do IFRN em relação à Covid-19 e análise dos fatores de risco para o retorno presencial às aulas. Holos, [S.l.], v. 5, p. 1-19, 2020. ISSN 1807-1600. Disponível em: . Acesso em: 22 out. 2021.

GARCIA, L. R.; MENEZES, L. M. S.; JESUS, A. B.; SOUZA, I. M.; CORRÊA, K. L. D.; MARQUES, L. R.; ALVES, E. A. C.; PIMENTEL C. P. A importância da vacinação no combate ao sarampo. Brazilian Journal of Health Review, v. 3, n. 6, p. 1684-1685. 2020.

GUIMARÃES, R. O Instituto Butantan e a Vacina Brasileira Anti Covid. Ciência & Saúde Coletiva, v. 26, n. 7, p. 2829-2832. 2021. ISSN 1678-4561. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1413-81232021267.07892021. Acesso em: 15 out. 2021.

INEP. Sinopses Estatísticas da Educação Superior – Graduação. Disponível em: http://inep.gov.br/web/guest/sinopses-estatisticas-da-educacao-superior. Acesso em: 29 out 2021. 2020.

INSTITUTO SEMESP (Brasil) (org.). Mapa do Ensino Superior no Brasil. 10. ed. São Paulo: Instituto Semesp, 192 p., 2020. Disponível em https://www.semesp.org.br/mapa-do-ensino-superior/edicao-10/download/. Acesso em: 02 nov. 2021.

JOHNSON, N. F.; VELÁSQUEZ, N.; RESTREPO, N. J.; LEAHY, R.; GABRIEL, N.; EL OUD, S.; ZHENG, M.; MANRIQUE, P.; WUCHTY, S.; LUPU, Y. The online competition between pro- and anti-vaccination views. Nature, v. 582, n. 7811. p. 230- 233. 2020.

NASCIMENTO, E. F.; MONTE, L. M. I.; NASCIMENTO, M. A. C.; MATEUS, A. S.; JÚNIOR, P. T. X. S.; SIQUEIRA, F. I. M. R. Juventude universitária e o isolamento social na pandemia COVID-19: Emprego, Sociabilidade e Família. Research, Society and Development, v. 9, n. 12. 2020.

OLIVEIRA, A. B. Educação em tempos de pandemia: o uso da tecnologia como recurso educacional. Pedagogia em ação, v. 13, n. 1, p. 279-287. 2020.

OPAS. ORGANIZAÇÃO PANAMERICANA DE SAÚDE. OMS afirma que Covid agora é caracterizada como pandemia. 2020. Disponível em: https://www.paho.org/pt/news/11-3-2020-who-characterizes-covid-19-pandemic. Acesso em: 07 nov 2021.

ORNELL, F.; SCHUCH, J. B.; SORDI, A. O.; Kessler, F. H. P. “Pandemic fear” and Covid-19: mental health burden and strategies. Brazilian Journal of Psychiatry, v. 42, n. 3, p. 232-235. 2020. ISSN 1809-452X. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1516-4446-2020-0008. Acesso em: 12 nov. 2021.

R CORE TEAM. R: A language and environment for statistical computing. R Foundation for Statistical Computing, Vienna, Austria. Disponível em: https://www.R-project.org/. 2020.

RUBIN, G. J. The psychological impact of quarantine and how to reduce it: a rapid review of the evidence. The Lancet, v. 395, n. 10227, p. 912-920, March, 2020.

SCHUCHMANN, A. Z.; SCHNORRENBERGER, B. L.; CHIQUETTI, M. E.; GAIKI, R. S.; RAIMANN, B. W.; MAEYAMA, M. A. Isolamento social vertical X Isolamento social horizontal: os dilemas sanitários e sociais no enfrentamento da pandemia de Covid-19, Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v. 3, n. 2, p. 3556-3576. 2020.

SESMA. Prefeitura Municipal de Altamira. Oficio nº 1849/2021/Imunização. 2021.

SOUZA, P. B. M.; COSTA, R. P.; MESSIAS, A. C. C. Percepção de Discentes de Graduação Sobre o Ensino Remoto Emergencial Durante a Pandemia de Covid-19. In:

SOUSA, R; ZENHA, L.; SOUZA, P. B. M. (Org.). Ensino Remoto na Pandemia do Coronavírus. Curitiba: Editora CRV. 218 p., 2020. https://doi.org/10.24824/978652510861.2.

UNESCO. Covid-19 impact on education. Disponível em https://en.unesco.org/Covid19/educationresponse. Acesso em: 12 ago 2021. 2020.

VENTURINI, A. C. A presença das mulheres nas universidades brasileiras: um panorama de desigualdade. Seminário Internacional Fazendo Gênero, v. 11. Florianópolis. ISSN 2179-510X. 2017.

WHO. World Health Organization. Coronavirus disease 2019 (Covid-19). Disponível em https://www.who.int/docs/default-source/coronaviruse/situation-reports/20200225-sitrep-36-Covid-19.pdf?sfvrsn=2791b4e0_2. Acesso em: 18 set 2021. 2020.

ZOU, L. et al. SARS-CoV-2 viral load in upper respiratory specimens of infected patients. New England Journal of Medicine, v. 382, n. 12, p. 1177-1179, https://doi.org/10.1056/NEJMc2001737. Acesso em: 29 set 2021. 2020.




DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n62.21441

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 EccoS – Revista Científica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica

e-ISSN: 1983-9278
ISSN: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br

EccoS – Revista Científica ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional