Chico Buarque e o espaço do sagrado

aspectos educacionais e literários na análise lírica de quatro canções

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5585/eccos.n69.26545

Palavras-chave:

educação musical, análise, composição, literatura, Chico Buarque

Resumo

Este artigo pretende desenvolver uma análise lírica das composições de Chico Buarque, sob o aspecto da presença e espaço do sagrado nas letras em quatro de suas canções, “Dueto, “Cálice”, “Salmo” e “Sinhá”. Empregou-se a pesquisa documental e bibliográfica, com referencial suportado por estudos multidisciplinares. As canções de Buarque, como obras que fundem o musical, o literário e o poético, apresentam riqueza temática e uma complexa trama, onde se entrelaçam elementos culturais, religiosos e históricos para comentar aspectos da sociedade brasileira. Ao examinar esta poética nas canções, o estudo não apenas contribui para revisitarmos uma vez mais a obra do artista, como oferece um percurso para a educação musical, o acesso à literatura e o letramento, que pode ser útil à educação básica e também à educação especializada.

CROSSMARK_Color_horizontal.svg

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Roberto Prado Constantino, Universidade Estadual Paulista – UNESP

Professor e pesquisador na Unidade de Pós-Graduação, Extensão e Pesquisa do CEETEPS.

Jorge Geraldo de Camargo Filho, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Doutor em Educação, Arte e História da Cultura (2022), mestre em Ciências da Religião pela Universidade Presbiteriana Mackenzie (2004) e bacharel em Administração de Empresas pelo Centro Universitário UniSant´Anna (1999). Atua na Universidade Presbiteriana Mackenzie. Escritor, compositor, intérprete, versionista e produtor musical há mais de 40 anos, tem ainda vasta experiência docente na área de idiomas. Tradutor autônomo e juramentado de inglês, em especial para as áreas de filosofia, ética, religião, cultura e arte. Seus principais interesses de pesquisa estão relacionados à história da arte e da cultura, sociologia, filosofia da religião, história da religião, simbologia, música cristã e música popular brasileira.

Referências

BERKOVITZ, Abraham Jacob. A Life of Psalms in Jewish Late Antiquity. Philadelphia: University of Pennsylvania/Penn: 2023.

BRASIL. MEC. Base Nacional Comum Curricular: Ensino Médio. Brasília: MEC/Secretaria de Educação Básica, 2018.

CARVALHO, Gilberto de. Chico Buarque: análise poético-musical. Rio de Janeiro: Codecri, 1982.

CASSIRER, Ernst. Ensaio sobre o homem: introdução a uma filosofia da cultura humana. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

CAVALCANTE, Ronaldo (Org.). Cultura, religião e sociedade em Chico Buarque de Hollanda. São Paulo: Recriar, 2019.

CAVALCANTI, Luciano Marcos Dias. Música popular brasileira: poesia menor? Revista Travessias [Educação, Cultura, Linguagem e Artes - UNIOESTE], n.3, 2008. Disponível em: https://e-revista.unioeste.br/index.php/travessias/article/view/2993/2342. Acesso em: 26 jan. 2024.

CESAR, Lígia Vieira. Poesia e política nas canções de Bob Dylan e Chico Buarque. São Paulo; São Carlos: Editora UFSC; Estação Liberdade, 1993.

CHAMPLIN, Russell Norman. O Antigo Testamento interpretado. v.4. São Paulo: Hagnos, 2001.

CHEDIAK, Almir. Songbook Chico Buarque. v.2, v.4. Rio de Janeiro: Lumiar Editora, 1999.

DERRIDA, Jacques. Gramatologia. São Paulo: Perspectiva, Ed. Universidade de São Paulo, 1973.

ELIADE, Mircea. The sacred and the profane: the nature of religion. New York: Hartcourt, Brace &World, 1959.

FONSECA, Aleilton. Cálice que não se cala. In: FERNANDES, Rinaldo de (Org.). Chico Buarque: o poeta das mulheres, dos desvalidos e dos perseguidos. São Paulo: Leya, 2013. p.21-28.

FONTES, Maria Helena Sansão. Sem fantasia: masculino e feminino em Chico Buarque. Rio de Janeiro: Graphia, 1999.

FRITH, Simon. Music for pleasure: essays in the Sociology of Pop. Cambridge: Polite Press, 1988.

GARCIA, Walter. Um mapa para se estudar Chico Buarque. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, n. 43, p. 187-202, 2006. DOI: 10.11606/issn.2316-901X.v0i43p187-202. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rieb/article/view/34550. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/rieb/article/view/34550. Acesso em: 27 jan. 2024.

GIL, Gilberto. Todas as letras. Organizado por Carlos Rennó. São Paulo: Companhia das Letras, 1996;

GONZALEZ, Lélia. Lélia Gonzalez: primavera para as rosas negras. São Paulo: Diáspora Africana, 2018.

HOMEM, Wagner. Histórias de canções: Chico Buarque. São Paulo: Leya, 2009.

IANNI, Octávio. Raças e classes sociais no Brasil. São Paulo: Editora Brasiliense, 1982.

LIMA, Jorge de. Jorge de Lima: poesia completa. v.II. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1997.

MIDDLETON, Richard. Studying popular music. Milton Keynes: Open University Press, 1990.

NEGUS, Keith. Popular music in theory. Cambridge: Polite Press, 1996.

PERRONE, Charles A. First Chico Buarque. 33 1/3 Series. New York: Bloomsbury, 2022.

PRANDI, Reginaldo. Mitologia dos orixás. São Paulo: Companhia das Letras, 2020.

SANT’ANNA, Affonso Romano de. Música popular e moderna poesia brasileira. Petrópolis: Vozes, 1986.

SCHOENBERG, Arnold. Harmonia. São Paulo: Unesp, 2001.

SHUKER, Roy. Key concepts in popular music. London; New York, Rouledge, 1998.

SILVA, Anazildo Vasconcelos da. A lírica buarqueana. In: FERNANDES, Rinaldo de (Org.). Chico Buarque: o poeta das mulheres, dos desvalidos e dos perseguidos. São Paulo: Leya, 2013. p.29-62.

SOUZA, Neusa Santos. Tornar-se negro: as vicissitudes do negro brasileiro em ascensão social. Rio de Janeiro: Graal, 1983.

STROUD, Sean. The defense of tradition in Brazilian popular music: politics, culture sand the creation of musica popular brasileira. Birlington: Ashgate Publishing Company, 2008.

TATIT, Luiz. O cancionista. São Paulo: Editora da Universidade de São Paulo, 2002.

TINHORÃO, José Ramos. Fora do povo, só Chico Buarque é realmente grande. Jornal do Brasil [artigo], p.05, 12 de novembro de 1977.

WERNECK, Humberto. Chico Buarque: letra e música. São Paulo: Cia das Letras, 2004.

WISNIK, José Miguel Wisnik. Sem receita: ensaios e canções. São Paulo: Publifolha, 2004.

Downloads

Publicado

14.06.2024

Como Citar

CONSTANTINO, Paulo Roberto Prado; CAMARGO FILHO, Jorge Geraldo de. Chico Buarque e o espaço do sagrado: aspectos educacionais e literários na análise lírica de quatro canções. EccoS – Revista Científica, [S. l.], n. 69, p. e26545, 2024. DOI: 10.5585/eccos.n69.26545. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/eccos/article/view/26545. Acesso em: 17 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê 69 - Educação e Literatura