Tecnologias digitais no ensino e na formação docente segundo a visão de estudantes de licenciatura em matemática

Rita de Cássia Idem, Ricardo Scucuglia Rodrigues da Silva

Resumo


 

Este estudo qualitativo objetivou apresentar e discutir as visões de futuras docentes em relação à integração das tecnologias digitais no ensino de Matemática e na formação de professores. Participaram da pesquisa, quatro estudantes em níveis distintos do curso de Licenciatura em Matemática de uma universidade pública paulista. Os dados foram produzidos por meio de gravação em áudio no contexto de um curso de extensão universitária, que configura o cenário da pesquisa. Esse curso teve como público-alvo professores e futuros professores de Matemática e abordou as possibilidades do GeoGebra para o ensino e para a aprendizagem de Geometrias Plana e Espacial, além de promover discussões sobre a integração das tecnologias digitais no ensino. Este estudo que se apresenta foca em uma discussão ocorrida em um dos encontros do curso. Essa discussão foi considerada uma entrevista coletiva e foi analisada à luz de processos qualitativos. Os resultados, que são apresentados por meio de categorias e subcategorias, evidenciam que as estudantes consideram que as tecnologias digitais são importantes tanto no aprendizado de conteúdos matemáticos, como na formação dos futuros professores, mas avaliam que essa temática tem sido negligenciada em sua própria formação docente e no ensino de Matemática na Educação Básica.

 

 

 


Palavras-chave


Educação matemática; Formação inicial de professores; Tecnologias digitais

Texto completo:

PDF

Referências


ABAR, C. A. A. P. Educação Matemática na Era Digital. Unión, San Cristobal de La Laguna, v. 27, p. 14-28, 2011.

ALVES-MAZZOTI, A, J; GEWANDSZNAJDER, F. O método nas ciências naturais e sociais: pesquisa quantitativa e qualitativa. São Paulo: Pioneira, 2001.

ASSMANN, H. A metamorfose do aprender na sociedade da informação. Ciência da Informação, Brasília, v. 29, n. 2, p. 7-15, maio/ago. 2000.

BICUDO, M. A. V. Pesquisa qualitativa e pesquisa qualitativa segundo a abordagem fenomenológica. In: BORBA, M. C.; ARAÚJO, J. L. (org.). Pesquisa Qualitativa em Educação Matemática. 5. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2013. p. 111-124.

BOGDAN, R.; BIKLEN, S. Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria dos métodos. Porto: Porto, 1994.

BORBA, M. C.; PENTEADO, M. G. Informática e Educação Matemática. 3. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2007.

BORBA, M. C.; VILLARREAL, M. E. Humans-with-media and the reorganization of mathematical thinking: information and communication technologies, modeling, visualization, and experimentation. New York: Springer Science, 2005.

BORBA, M. C.; SCUCUGLIA, R.; GADANIDIS, G. Fases das tecnologias digitais em Educação Matemática: sala de aula e internet em movimento. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

CARNEIRO, G. B.; SILVA, J. L. C. Políticas públicas de inclusão digital no contexto da educação escolar como fator de acesso a informação. In: ENCONTRO REGIONAL DE ESTUDANTES DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO, CIÊNCIA E GESTÃO DA INFORMAÇÃO, 15., 2012, Juazeiro do Norte. Anais [...]. Juazeiro do Norte: EREBD, 2012. p. 1-11.

COSTA, F. A.; RODRIGUES, A.; PERALTA, M. A.; RAMOS, J.; SEBASTIÃO, L.; MAIO, V.; DIAS, P.; GOMES, M. J.; RAMOS, A.; VALENTE, L.; CRUZ, E.; REIS, O. Competências TIC. Estudo de Implementação. Lisboa: Gabinete de Estatística e Planeamento da Educação, 2008.

GASKELL, G. Entrevistas individuais e grupais. In: BAUER, M. W.; GASKELL, G. Pesquisa qualitativa com texto, imagem e som: um manual prático. Tradução: GUARESCHI, P. A. 7. ed. Petrópolis: Vozes, 2008. p. 64-89.

GATTI, B. A.; BARRETO, E. S. S.; ANDRÉ, M. E. D. A. Políticas docentes no Brasil: um estado da arte. Brasília: UNESCO, 2011.

HONORATO, A. H. A. Modelagem Matemática e o material didático do Estado de São Paulo: diálogos em um trabalho com licenciandos. 2016. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2016.

HONORATO, V. S. Elaborando atividades matemáticas com o software GeoGebra. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2018.

IDEM, R. C. Construcionismo, conhecimentos docentes e GeoGebra: uma experiência envolvendo licenciandos em Matemática e professores. 2017. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2017.

IMBERNÓN, F. Novos desafios da docência no século XXI: a necessidade de uma nova formação docente. In: SILVA JUNIOR, C. A.; GATTI, B. A.; MIZUKAMI, M. G. N; PAGOTTO, M. D. S.; SPAZZIANI, M. L. (org.). Por uma revolução no campo de formação de professores. São Paulo: Editora Unesp, 2015. p. 75-82.

JAVARONI, S. L.; ZAMPIERI, M. T. O Uso das TIC nas Práticas dos Professores de Matemática da Rede Básica de Ensino: o Projeto Mapeamento e seus Desdobramentos. Bolema, Rio Claro (SP), v. 29, n. 53, p. 998-1022, dez. 2015.

KENSKI, V. M. Tecnologias e ensino presencial e a distância. Campinas: Papirus, 2003.

KOEHLER, M. J.; MISHRA, P. What Is Technological Pedagogical Content Knowledge? Contemporary Issues in Technology and Teacher Education, Charlottesville, v. 9, n. 1, p. 60-70, 2009.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em Educação: abordagens qualitativas. 13. reimp. Rio de Janeiro: E.P.U., 2011.

MALTEMPI, M. V. Educação matemática e tecnologias digitais: reflexões sobre prática e formação docente. Acta Scientiae, Canoas, v. 10, n. 1, p. 59-67, jan./jun. 2008.

MELLO, G. N. Magistério De 1º Grau: Da Competência Técnica Ao Compromisso Político. São Paulo: Cortez, 2003.

MISHRA, P.; KOEHLER, M. J. Technological pedagogical content knowledge: A framework for teacher knowledge. Teachers College Record, New York, v. 108, n.6, p.1017-1054, jun. 2006.

MISHRA, P.; KOEHLER, M. J. Introducing Technological Pedagogical Content Knowledge. In: ANNUAL MEETING OF THE AMERICAN EDUCATIONAL RESEARCH ASSOCIATION, 2008, New Yok. Proceeedings [...]. New York: 2008, p. 1-16.

NUNES, L. L. S. T.; ROSA, L. Q.; SOUZA, M. V.; SPANHOL, F. J. Educação em Rede: tendências tecnológicas e pedagógicas na sociedade em rede. EmRede, Porto Alegre, v. 3, n. 2, 2016.

OLIVEIRA, M. M. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes, 2007.

PAPERT, S. Mindstorms: children, computers and powerful ideas. New York: Basic Books, 1980.

PAPERT, S. The children’s machine: rethinking school in the age of the computer. New York: BasicBooks, 1993.

PONTE, J. P. Novas tecnologias na aula de Matemática. Educação e Matemática, Lisboa, n. 34, p. 2-17, 1995.

PRADO, M. E. B. B. (Re)visitando o construcionismo para a formação do professor reflexivo. In: CONGRESSO RIBIE, 4., 1998, Brasília. Anais [...]. Brasília: 1998. p. 1-12.

SAMPAIO, P. A. S. R.; COUTINHO, C. M. G. F. P. Integração do TPACK no processo de ensino/aprendizagem da Matemática. Paideia, Santos, v. 6, n. 10, jul. 2014.

SCUCUGLIA, R. Narrativas Multimodais: a imagem dos matemáticos em performances matemáticas digitais. Bolema, Rio Claro (SP), v. 28, n. 49, p. 950-973, ago. 2014.

SORJ, B.; GUEDES, L. E. Exclusão digital: Problemas conceituais, evidências empíricas e políticas públicas. Novos estudos, São Paulo, n. 72, p. 101-117, jul. 2005.

SORJ, B.; REMOLD, J. Exclusão digital e educação no Brasil: dentro e fora da escola. Boletim Técnico do Senac, Rio de Janeiro, v.31, n. 3, p.6-17, set/dez. 2005.

TEDESCO, J. C. O compromisso docente com a justiça social e o conhecimento In: SILVA JUNIOR, C. A.; GATTI, B. A.; MIZUKAMI, M. G. N; PAGOTTO, M. D. S.; SPAZZIANI, M. L. (org.). Por uma revolução no campo de formação de professores. São Paulo: Editora Unesp, 2015. p. 119-131.

VALENTE, J. A. Informática na Educação no Brasil: análise e contextualização histórica. In: Valente, J. A. (org.). O Computador na sociedade do conhecimento. Campinas: Unicamp/Nied, 1999. p. 11-30.

VITAL, C. Performance Matemática Digital e GeoGebra: possibilidade Artístico Tecnológica em Educação Matemática. 2018. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2018.

ZIMMERMANN, W.; CUNNINGHAM, S. Editors´ Introduction: What is Mathematical Visualization? In: ZIMMERMANN, W.; CUNNINGHAM, S. (ed.). Visualization in Teaching and Learning Mathematics. Washington: The Mathematics Association of America, 1991. p. 1-7.




DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n56.8501

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Eccos - Revista Científica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica

e-ISSN: 1983-9278
ISSN: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br

EccoS – Revista Científica ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional