Métodos de mensuração da dispnéia: uma revisão da literatura

Marcelo Velloso, Cleude Pinheiro Costa, Cristina Midori Ozeki

Resumo


Dispnéia é a dificuldade que determinados indivíduos, portadores de alguma doença pulmonar, cardíaca, metabólica ou psicogênica, têm de respirar, ou ainda a respiração desconfortável. Este sintoma, por acarretar redução das atividades funcionais, é um dos mais incapacitantes para estes pacientes. A dispnéia é um sintoma subjetivo e difícil de ser quantificado com exatidão, pois cada paciente o sente de uma forma diferente e, muitas vezes, o que é percebido pelo examinador não é a mesma sensação do paciente. Para esclarecer isso, esta pesquisa procurou reunir os métodos existentes de mensuração da dispnéia, com o objetivo de constatar qual o mais utilizado. Depois da análise de trinta e um artigos e da reunião de oito métodos que mensuram a dispnéia, concluiu-se que a escala modificada de Borg é o mais utilizado, seguido da Escala Analógica Visual, Escala do Conselho de Pesquisa Médica e Índice Basal de Dispnéia.

Palavras-chave


Fisioterapia; dispnéia; falta de ar; escalas; métodos de mensuração.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v1i0.166

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2002 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.