Desempenho de repetições máximas adotando diferentes ordens de exercícios em uma sessão de treinamento de força para o membro superior

Sirlene Leal de Oliveira, Diego Pereira Jerônimo, Roberto Simão, Déborah de Araújo Farias, Gabriel Andrade Paz, Marianna de Freitas Maia, Humberto Miranda

Resumo


Introdução: A ordem dos exercícios interfere diretamente no desempenho de força. Objetivo: Investigar a influência de diferentes ordens de execução de exercícios em uma sessão de treinamento de força sobre o desempenho de repetições. Métodos: Dezoito homens treinados realizaram dois protocolos experimentais randomizados: SEQA – supino reto (SR), supino inclinado (SI), desenvolvimento na máquina (DM), abdução de ombros (AO), tríceps pulley (TP) e tríceps francês (TF); SEQB – ordem inversa. Três séries com cargas de dez repetições máximas foram realizadas para todos os exercícios. Resultados: Observaram-se diferenças significativas no trabalho total (repetições x séries) para os exercícios SR, SI, DM, AO, e TF entre SEQA e SEQB, exceto no TP. Não houve diferenças significativas entre as sequências (p = 0,07), considerando o somatório de repetições para SEQA (2225 ± 2,44) e SEQB (2337 ± 3,02). Conclusão: Sugere-se que os exercícios prioritários sejam realizados no início da sessão de treinamento, independente do tamanho do grupo muscular.

Palavras-chave


Exercício; Fadiga; Força muscular; Treinamento de resistência.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/conssaude.v14n3.5499

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 ConScientiae Saúde

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Conscientiae Saúde
ISSN: 1677-1028
e-ISSN: 1983-9324
www.conscientiaesaude.org.br

Conscientiae Saúde ©2020 Todos os direitos reservados.