A filosofia enquanto experiência do pensar no ensino médio: o processo de ensino e aprendizagem no discurso filosófico da série de televisão Merlí

Carolina Cavalcanti Bezerra, Valmir Pereira

Resumo


Não apenas o cinema, mas também a televisão, reforçam a importância das imagens agentes na formação acadêmica inicial de crianças e jovens inseridos em um mundo cercado por personagens que ditam o nosso dia a dia imaginário. A leitura a seguir apresenta a série de TV Merlí, que suscita discussões acerca da desvalorização do ensino de filosofia, em especial no Brasil, que são corroboradas pelas políticas públicas mais recentes instituídas que reforçam a negligência do Estado brasileiro com o saber e fazer pensar de nossos estudantes. Por outro lado, a arte e o seu uso didático pedagógico dão esperança para o fazer, ensinar e refletir, assim como para as discussões e construções reflexivo acadêmicas sobre a Filosofia e o ato de filosofar.


Palavras-chave


ensino de filosofia; televisão; discurso filosófico; Merlí

Texto completo:

PDF

Referências


AZEVÊDO, S. R. S. Gênero, rádio e educomunicação: caminhos entrelaçados. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB, 2005.

ABBAGNANO, N. Dicionário de Filosofia. 6.ed. São Paulo: Editora: WMF Martins Fontes, 2012.

BAKHTIN, M. M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes: 2003.

BAKHTIN, M. M. Marxismo e Filosofia da Linguagem. 6.ed. São Paulo: Hucitec, 2006.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Secretaria de Educação Con-tinuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educa-ção Básica. Brasília: MEC, SEB, DICEI, 2013.

BRASIL. Lei nº 4.024, de 20 de dezembro de 1961. Fixa as Diretrizes e Bases da Educação Nacio-nal. 1961. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L4024.htm. Acesso em: 01 set. 2020.

BRASIL. Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm. Acesso em: 01 set. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Ciências Humanas e suas Tecno-logias. Orientações Curriculares para o Ensino Médio, volume 3. 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/book_volume_03_internet.pdf. Acesso em: 17 jul. 2020.

BRASIL. Lei nº 11.684, de 2 de junho de 2008. Altera o art. 36 da Lei nº 9.394, de 20 de dezem-bro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir a Filosofia e a Sociologia como disciplinas obrigatórias nos currículos do ensino médio. 2008. Disponível em https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/2008/lei-11684-2-junho-2008-575857-publicacaooriginal-99168-pl.html. Acesso em 24 ago. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Linguagens, códigos e suas tecnologias: livro do estudante: ensino médio. 2013. Disponível em http://download.inep.gov.br/educacao_basica/encceja/material_estudo/livro_estudante/linguagens_codigos_em_br.pdf. Acesso em: 17 jul. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Resolução nº 3, de 21 de novembro de 2018. Atualiza as Diretri-zes Curriculares Nacionais para o Ensino Médio. 2018. Disponível em: https://www.in.gov.br/materia/-/asset_publisher/Kujrw0TZC2Mb/content/id/51281622. Acesso em 17 jul. 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. 2018. Disponível em http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 17 jul. 2020.

CANCLINI, N. G. Leitores, espectadores e internautas. São Paulo: Iluminuras, 2008.

CUNHA, K. S.; SILVA, J. P. Sobre base e bases curriculares, nacionais, comuns: de que currí-culo estamos falando? Revista e-Curriculum, São Paulo, v. 14, n.14, p. 1236-1257, out/dez, 2016. Disponível em: http://revistas.pucsp.br/curriculum/issue/view/1720. Acesso em: 25 mai. 2020.

FISCHER, R. M. B. Televisão & Educação: fruir e pensar a TV. 4.ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

FISCHER, R. M. B. Televisão & Educação: fruir e pensar a TV. 4.ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora, 2013.

FOUCAULT, M. A verdade e as formas jurídicas. Rio de Janeiro: Editora Nau, 2002.

FREIRE, P. Extensão ou Comunicação? 7.ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GALLINA, S. F. S. A disciplina de filosofia e o ensino médio. In. GALLO, S.; KOHAN, W. O. (orgs.) Filosofia no Ensino Médio. 3.ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

GRAMSCI, A. Concepção dialética da história. 10.ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1995.

GUIDO, H. A. O. A filosofia no ensino médio: uma disciplina necesária. In. GALLO, S.; KOHAN, W. O. (orgs.) Filosofia no Ensino Médio. 3.ed. Petrópolis: Vozes, 2000.

MARTÍN-BARBERO, Jesús. La educación desde la comunicación. Enciclopédia Latinoamericana de Sociocultura y Comunicación. Buenos Aires: Grupo Editorial Norma, 2002.

MERLI. Direção: Eduard Cortés, Menna Fité. Produção: Héctor Lozano, Aitor Montán-chez,Conxa Orea, Oriol Sala-Patau. Roteiro: Eduard Cortés. Intérpretes: Francesc Orella, Car-losCuevas, Carlota Olcina, Pere Ponde, Anna Maria Barbany, Martra Marco, Candela An-tón,Albert Baró, Elisabet Casanovas. Espanha: Nova Veranda, Netflix, 2017. Série de TV em streming , colorido, idioma catalão, 58 minutos, sonoro, legendas em português.

SALLES, C. G. N. L. Da tradição filosófico-pedagógica aos caminhos da prática filosófica no ensino médio como experiência do pensar: ensinar filosofia ou filosofar? EccoS – Rev. Cient., São Paulo, n. 39, p. 71-84, jan./abr. 2016. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/index.php?journal=eccos&page=article&op=view&path%5B%5D=6003. Acesso em: 04 jul. 2020.

SOARES, I. O. Educomunicação: o conceito, o profissional, a aplicação. Contribuições para a reforma do Ensino Médio. São Paulo: Paulinas, 2011.

SOUZA, S. J. Dialogismo e alteridade na utilização da imagem técnica em pesquisa acadêmica: questões éticas e metodológicas. In. FREITAS, M. T.; SOUZA, S. J.; KRAMER, S. Ciências Humanas e Pesquisa. Leituras de Mikhail Bakhtin. 2.ed. São Paulo: Cortez, 2007.

SOUZA, F. M.; DI CAMARGO JR.; I.; LOURENÇO, L. T. L.; MORETTO, M. (orgs.). Bakh-tin dialogado: alteridade, relações dialógicas e sociedade. São Paulo: Mentes Abertas, 2020.




DOI: https://doi.org/10.5585/cpg.v20n1.19636

Direitos autorais 2021 Cadernos de Pós-graduação

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Cadernos de Pós-graduação
e-ISSN: 2525-3514
www.cadernosdepos.org.br

Cadernos de Pós-graduação ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional