A pós-graduação no Brasil: a expansão de doutores no novo Plano Nacional de Educação

Luciana Rodrigues Ferreira, Vera Lucia Jacob Chaves

Resumo


  Considerando o Plano Nacional de Educação (PNE) aprovado pela Lei nº. 13.005/2014, objetiva-se com este artigo analisar a política de expansão da pós-graduação brasileira, em especial a formação de doutores para atender à meta 14 (estratégia 14.12). Para tanto, procedeu-se à realização de um estudo exploratório de abordagem qualitativa, com a utilização de documentos e dados estatísticos coletados no sistema de informações georreferenciadas (Geocapes) e no Diretório dos Grupos de Pesquisa do CNPq (DGP/ CNPq). A análise permite concluir que o Brasil deve aprimorar os mecanismos de fomento à pós-graduação para que possa ampliar o número de doutores titulados, visto que, em 2014, os índices ainda demonstravam a existência de apenas um doutor por mil habitantes, sendo necessário quintuplicar esse número para o atendimento da meta.

Palavras-chave


Plano Nacional de Educação. Políticas Educacionais. Pós-Graduaçã o.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n45.7934

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



EccoS – Revista Científica

e-ISSN: 1983-9278
ISSN: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br

EccoS – Revista Científica ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional