Percurso universitário de alunas/os com deficiência em instituição de ensino privada

Denise Macedo Ziliotto, Amanda Burchert, Henrique Carvalho

Resumo


O ingresso de estudantes com deficiência em cursos de graduação é resultado de fatores como a expansão da educação superior e as políticas públicas de acesso, ensejando discussões acerca da efetividade na óptica inclusiva. Buscando avaliar a experiência destas/es acadêmicas/os, a investigação teve como objetivo analisar o percurso de alunos com deficiência, a partir da perspectiva de histórias de vida. Em termos metodológicos, trata-se de uma pesquisa qualitativa, tendo entrevistas como instrumento de coleta de dados, realizadas com oito alunas/os formandas/os em instituição de ensino superior privada. Os resultados abordam questões como aprendizagem, relação com professoras/es e colegas, diferenças entre contexto universitário / escolar e percurso universitário. Evidencia-se a consecução inicial da acessibilidade arquitetônica e a subsequente construção de condições pedagógicas e relacionais para as/os estudantes com deficiência revelando, portanto, novos desafios a serem enfrentados por toda a comunidade acadêmica.  

 

 


Palavras-chave


acadêmicos; pessoas com deficiência; inclusão; universidade

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, José Guilherme de Andrade; FERREIRA, Eliana Lucia. Sentidos da inclusão de alunos com deficiência na educação superior: olhares a partir da Universidade Federal de Juiz de Fora. Psicol. Esc. Educ., Maringá, v. 22, n. spe, p. 67-75, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572018000400067&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 12 nov. 2017.

AMADO, João; FERREIRA, Sonia. Estudos (auto) biográficos – histórias de vida. In: AMADO, João (coord). Manual de investigação qualitativa em Educação. 3ª Ed. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2017.

ANACHE, Alexandra Ayach; CAVALCANTE, Lysa Duarte. Análise das condições de permanência do estudante com deficiência na Educação Superior. Psicol. Esc. Educ., Maringá, v. 22, n. spe, p. 115-125, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572018000400115&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 12 mar. 2018.

BOSI, Ecléa. A pesquisa em memória social. Psicol. USP, São Paulo, v. 4, n. 1-2, 1993. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/psicousp/article/view/34480/37218. Acesso em: 19 jun. 2017.

BRASIL. Decreto Nº 6.571 de 17 de setembro de 2008. Dispõe sobre o atendimento educacional especializado. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/decreto/d6571.htm. Acesso em: 14 fev. 2018.

BRASIL. Censo da Educação Especial de 2000 e 2005: evolução da educação especial no Brasil. Dados Estatísticos por estado das matrículas na educação especial. Brasília: INEP, 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seesp/arquivos/pdf/brasil.pdf. Acesso em: 22 fev. 2018.

BRASIL. Resumo Técnico: Censo da Educação Superior 2007. Brasília: MEC/INEP, 2009. Disponível em: http://download.inep.gov.br/download/superior/censo/2007/Resumo_tecnico_2007.pdf. Acesso em: 04 jul. 2017.

CASTRO, Sabrina Fernandes de; ALMEIDA, Maria Amelia. Ingresso e permanência de alunos com deficiência em universidades públicas brasileiras. Rev. bras. educ. espec., Marília, v. 20, n. 2, p. 179-194, jun. 2014. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382014000200003&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 24 jan. 2018.

CIANTELLI, Ana Paula Camilo; LEITE, Lúcia Pereira. Ações Exercidas pelos Núcleos de Acessibilidade nas Universidades Federais Brasileiras. Rev. bras. educ. espec., Marília , v. 22, n. 3, p. 413-428, set. 2016 . Disponível em:

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382013000200011&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 02 dez. 2017.

DUARTE, Emerson Rodrigues et al . Estudo de caso sobre a inclusão de alunos com deficiência no Ensino Superior. Rev. bras. educ. espec., Marília, v. 19, n. 2, p. 289-300, jun. 2013. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382013000200011&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso: em 11 jun. 2017.

GARCIA, Raquel Araújo Bonfim; BACARIN, Ana Paula Siltrão; LEONARDO, Nilza Sanches Tessaro. Acessibilidade e permanência na educação superior: percepção de estudantes com deficiência. Psicol. Esc. Educ., Maringá , v. 22, n. spe, p. 33-40, 2018 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-65382014000200003&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 06 abr. 2017.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Sinopse Estatística da Educação Superior 2016. Brasília: Inep, 2017. Disponível em: http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse. Acesso em: 05 mar. 2018.

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA (INEP). Sinopse Estatística da Educação Superior 2019. Brasília: Inep, 2020. Disponível em: < http://portal.inep.gov.br/basica-censo-escolar-sinopse-sinopse >. Acesso em 25 nov. de 2020.

JOSSO, Marie Christine. As figuras de ligação nos relatos de formação: ligações formadoras, deformadoras e transformadoras. Educ. Pesqui., São Paulo , v. 32, n. 2, p. 373-383, ago. 2006 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022006000200012&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 04 set. 2017. http://dx.doi.org/10.1590/S1517-97022006000200012.

MARTINS, Diléia Aparecida; LEITE, Lúcia Pereira; LACERDA, Cristina Broglia Feitosa de. Políticas públicas para acesso de pessoas com deficiência ao ensino superior brasileiro: uma análise de indicadores educacionais. Ensaio: aval.pol.públ.Educ., Rio de Janeiro , v. 23, n. 89, p. 984-1014, dez. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40362015000400984&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 14 fev. 2018.

MELO, Francisco Ricardo Lins Vieira de; ARAUJO, Eliana Rodrigues. Núcleos de Acessibilidade nas Universidades: reflexões a partir de uma experiência institucional. Psicol. Esc. Educ., Maringá, v. 22, n. spe, p. 57-66, 2018. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pee/v22nspe/2175-3539-pee-22-spe-57.pdf. Acesso em: 26 jan. 2018.

MOREIRA, Laura Ceretta; BOLSANELLO, Maria Augusta; SEGER, Rosangela Gehrke. Ingresso e permanência na Universidade: alunos com deficiências em foco. Educ. rev., Curitiba, n. 41, p. 125-143, set. 2011. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-40602011000300009&lng=en&nrm=iso&tlng=pt. Acesso em: 16 mar. 2018.

SANTOS, Antônio César de Almeida. Fontes orais: testemunhos, trajetórias de vida e história. Revista Via Atlântica, 4, 1-10, 2000. Disponível em: http://www.uel.br/cch/cdph/arqtxt/Testemuhostrajetoriasdevidaehistoria.pdf. Acesso em: 11 abr. 2018.

SILVA, Ani Martins; CYMROT, Raquel; D'ANTINO, Maria Eloisa Famá. Demandas de docentes do ensino superior para a formação de alunos com deficiência. Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília , v. 93, n. 235, p. 667-697, dez. 2012 . Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S2176-66812012000400008&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 26 set. 2017.




DOI: https://doi.org/10.5585/eccos.n57.8947

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 EccoS - Revista Científica

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

EccoS – Revista Científica

e-ISSN: 1983-9278
ISSN: 1517-1949
www.revistaeccos.org.br

EccoS – Revista Científica ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional