Competências socioemocionais no currículo escolar: algumas reflexões

Glauce Barros Santos Sousa Araujo, Eniz Conceição Oliveira

Resumo


O presente artigo buscou apresentar os resultados da revisão sistemática das produções científicas brasileiras sobre as competências socioemocionais no currículo escolar. Foram analisados estudos no Catálogo de Teses e Dissertação da Capes, Periódicos Capes e Scielo, no período compreendido entre 2011 a 2021. Os trabalhos foram desenvolvidos de forma quantitativa e qualitativa, utilizando para a análise de dados a análise textual discursiva (ATD), a partir da qual surgiram duas categorias emergentes, oriundas das mais diversas percepções e impressões das leituras dos textos analisados: competências socioemocionais: contribuindo na formação e desenvolvimento dos estudantes e currículos socioemocionais; novas percepções na vida dos alunos. Os estudos revelaram que as competências socioemocionais contribuem para a melhor formação e desenvolvimento dos estudantes de forma integral, e quando as mesmas são trabalhadas no ambiente escolar, permitem um rompimento de currículos convencionais e tradicionalistas, possibilitando novas formas de aprendizagens, tornando os sujeitos críticos, autônomos, resilientes, criativos e dinâmicos.


Palavras-chave


aprendizagens; competências; currículo; socioemocionais

Texto completo:

PDF

Referências


ALZINA, Rafael Bisquerra; ESCODA, Núria Perez. Educácion emocional: estrategias para su puesta en práctica. Revista de la Asociación de Inspectores de Educación de España, n. 16, maio 2012. Disponível em: https://avances.adide.org/index.php/ase/article/view/502/342. Acesso em: 29 nov. 2021.

ARAUJO, Aline Gomes Medeiros de. Ensino médio integrado - um olhar para a implementação de um projeto piloto com foco no desenvolvimento de competências socioemocionais por meio de uma parceria público-privada. 2017. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de Juiz de Fora, 2015. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=2918891. Acesso em: 05 jul. 2021.

ARAÚJO, Viviane Patricia Colloca. O conceito de currículo oculto e a formação docente. Revista de estudos aplicados em educação, v. 03, jul./dez. 2018. Disponível em: https://www.seer.uscs.edu.br/index.php/revista_estudos_aplicados/article/download/5341/2589/17968. Acesso em: 01 jul. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular. Educação é a base. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/. Acesso em: 08 jun. 2021.

CARVALHO, Rodrigo Saballa de; SILVA, Roberto Rafael Dias da. Currículos socioemocionais, habilidades do século XXI e o investimento econômico na educação: as novas políticas curriculares em exame. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 63, p. 173-190, jan./mar. 2017. DOI: https://doi.org/10.1590/0104-4060.44451.

CHAVES, David; MOTTA, Vânia Cardoso da; GAWRYSZEWSKI, Bruno. Programa Solução Educacional: uma formação para a resiliência em tempos de agudas contradições. Perspectiva, Florianópolis, v. 38, n. 3, 2020. DOI: https://doi.org/10.5007/2175-795X.2020.e63255.

CIERVO, Tássia Joana Rodigues. A centralidade das competências socioemocionais nas políticas curriculares contemporâneas no Brasil. 2019. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Rio dos Sinos, São Leopoldo, 2019. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=8305729. Acesso em: 05 jul. 2021.

CORDEIRO, Lucia Edriana de Sousa. Currículo e competências socioemocionais: a experiência do Núcleo de Trabalho, Pesquisa e Práticas Sociais (NTTPS) no Ceará. 2020. Dissertação (Mestrado) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, 2020. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=10402647. Acesso em: 10 jul. 2021.

DIAS, Isabel Simões. Competências em Educação: conceito e significado pedagógico. Revista Semestral da Associação Brasileira de Psicologia Escolar e Educacional, São Paulo, v. 14, n. 1, p. 73-78, jan./jun. 2010. DOI: https://doi.org/10.1590/S1413-85572010000100008.

GABRIEL, Fabiane Malvestiti. Percepções existenciais: liberdade, trabalho e felicidade nas aulas e currículo de filosofia do Estado de São Paulo. 2019. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal de São Paulo, São Paulo, 2019. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=8028128. Acesso em: 08 jul. 2021.

GUANILO, Mônica Cecilia De-la-Torre-Ugarte, TAKAHASHI, Renata Ferreira; BERTOLOZZI, Maria Rita. Revisão sistemática: noções gerais. Revista Esc. Enferm. USP, v. 45, n. 5, out. 2011. DOI: https://doi.org/10.1590/S0080-62342011000500033.

HAMBURG, Sheila. Avaliação dos perfis socioemocionais e sua relação com o desempenho acadêmico nos ensinos fundamental e médio. 2019. Dissertação (Mestrado) – Universidade São Francisco, Campinas, 2019. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=7633523. Acesso em: 05 jul. 2021.

LIMA, Thainá Oliveira; TAVARES, Cláudia Mara. As competências socioemocionais na formação do enfermeiro: um estudo sociopoético. Revista Portuguesa de Enfermagem de Saúde Mental, Especial n. 7, dez./2019. DOI: https://doi.org/10.19131/rpesm.0250

MENEZES, Maria Eduarda de Lima. As percepções de educadores sobre a utilização do espaço maker na educação básica. 2020. Tese (Doutorado) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2020. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=10382613. Acesso em: 10 jul. 2021.

MORAES, Roque; GALIAZZI, Maria do Carmo. Análise Textual Discursiva. Ijuí: Editora Unijuí, 2011.

MORGADO, José Carlos. Democratizar a escola através do currículo: em busca de uma nova utopia. Ensaio: Aval. Pol. Públ. Educ., Rio de Janeiro, v. 21, n. 80, p. 433-448, jul./set. 2013. Disponível em https://revistas.cesgranrio.org.br/index.php/ensaio/article/view/323. Acesso em: 02 jul. 2021.

OLIVEIRA, Ana Carla Silva de. As competências socioemocionais e o projeto de vida, sob a perspectiva dos estudantes. 2020. Dissertação (Mestrado) – Universidade Nove de Julho, São Paulo, 2020. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=10741394. Acesso em: 10 jul. 2021

RÊGO, Amanda dos Santos. A influência do desenvolvimento das habilidades socioemocionais do docente em sua prática pedagógica. VI CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO- CONEDU. Anais [...], 2019. Disponível em: https://www.editorarealize.com.br/editora/anais/conedu/2019/TRABALHO_EV127_MD1_SA18_ID7936_03102019235606.pdf. Acesso em: 29 jun. 2021.

SAARNI, Carolyn. Manual de inteligência emocional. Porto Alegre: Artmed, 2002.

SACRISTÀN, José Gimeno. O que significa o currículo? In: SACRISTÀN, José Gimeno (Org.). Saberes e incertezas sobre o currículo. Porto Alegre: Penso, 2013. Disponível em: http://www.apeoesp.org.br/sistema/ck/files/10-%20Sacristan-%20Saberes%20e%20Incertezas%20sobre%20o%20Curriculo%20-%20Cap%201.pdf. Acesso em: 02 jul. 2021.

SILVA, Gerlylson Rubens dos Santos. Manifestações avaliativas de engajamento no gênero relatório de pesquisa produzido por alunos do ensino médio. 2016. Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=3694856. Acesso em: 10 jul. 2021.

SILVA, Márcio Magalhães da. A formação de competências socioemocionais como estratégia para captura da subjetividade da classe trabalhadora. 2018. Tese (Doutorado) – Universidade Paulista Júlio de Mesquita Filho, Araraquara, 2018. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=6614822. Acesso em: 05 jul. 2021.

SOUZA, Renata de Melo. Entre as políticas públicas de currículo e a prática de formação continuada de professores: a (in)visibilidade da Literatura. 2020. Dissertação (Mestrado) – Universidade do Estado do Mato Grosso, Sinop, 2020. Disponível em: https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/trabalhoConclusao/viewTrabalhoConclusao.jsf?popup=true&id_trabalho=9724365. Acesso em: 10 jul. 2021.

SOUZA, Elaine Constant Pereira de; ALMEIDA, Maria Elisa Vieira da Cunha Cardoso de. Um debate sobre terceirização da alfabetização: um novo velho modelo de currículo (re)nasce. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, 2020. DOI: https://doi.org/10.5212/PraxEduc.v.15.15379.095.

YOUNG, Michael. Para que servem as escolas? Educação & Sociedade, Campinas, v. 28, n. 101, 2007. Disponível em: https://www.scielo.br/pdf/es/v28n101/a0228101. pdf. Acesso em: 02 jun. 2021.

ZABALA, Antoni; ARNAU, Laia. Como aprender e ensinar competências. Tradução de Carlos Henrique Lucas Lima. Porto Alegre: Penso, 2014. Disponível em: http://www.creaes.org.br. Acesso em: 02 jun. 2021.




DOI: https://doi.org/10.5585/41.2022.20482

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2022 Dialogia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional