As veredas do ordenamento jurídico da Educação Infantil do Campo: um olhar sobre os jogos e brincadeiras

Elizabete Pereira Barbosa, Luciana Freitas de Oliveira Almeida

Resumo


O presente artigo tem como objetivo analisar as contribuições dos jogos e brincadeiras na Educação Infantil do Campo nas  escolas municipais dos  distritos de Feira de Santana, estado da Bahia. Este trabalho baseia-se em pesquisa empírica e bibliográfica. Os referenciais teóricos estão fundamentados à luz do Coletivo de Autores (1992); Kischimoto(1993, 2007),  no ordenamento jurídico (BRASIL, 1988, 1998) e nos documentos oficiais como: Lei de Diretrizes e Bases da Educação nº 9.394/96 (BRASIL 1996). A pesquisa revela que os jogos e brincadeiras são trabalhados prioritariamente como estratégia metodológica nas aulas de Educação Física e os professores compreendem a importância do conteúdo para o desenvolvimento integral das crianças.

Palavras-chave


Educação do Campo; Educação Infantil; Jogos e brincadeiras

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, Elizabete P. A Fábrica, a Casa e a Escola: As Políticas de Educação para a Infância no Recôncavo Fumageiro da Bahia (1925 -1946). Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal da Bahia. Salvador, p. 228. 2015. Disponível em: https://repositorio.ufba.br/ri/handle/ri/18531. Acesso em: 16 de junho de 2020.

BARBOSA, Elizabete P.; ALMEIDA, Luciana F. de O. O trabalho pedagógico com jogos e brincadeiras na educação infantil do Campo. In: SOUSA, Ivan Vale de (org.) Letras, Linguística e Artes: Perspectivas Críticas e Teóricas; v. 2; [recurso eletrônico]. Ponta Grossa (PR): Atena Editora, 2019.

BRASIL. Referencial Curricular Nacional da Educação Infantil. Secretaria de Educação. Brasília: MEC/SEF, 1998.

BRASIL. Lei Darcy Ribeiro. LDB: Diretrizes e Bases da Educação Nacional: Lei 9.394/1996 e legislação correlata. Brasília, DF: Câmara dos Deputados. 2018. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L9394.htm. Acesso em 24 set. de 2018.

BRASIL. Constituição Federal de 1988. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/consti/1988/constituicao-1988-5-outubro-1988-322142-publicacaooriginal-1-pl.html. Acessado em 22 de Outubro de 2018.

COLETIVO DE AUTORES. Metodologia do Ensino de Educação Física. São Paulo:

Cortez, 1992.

DARIDO, Suraya. C.; JUNIOR, Osmar. M. S. Para ensinar Educação Física: possibilidades de intervenção na escola. Campinas. SP: Papirus. 2015.

DARIDO, Suraya. C.; RANGEL, Irene. C. A. Educação Física na Escola: Implicações para a prática pedagógica. São Paulo. Guanabara Koogan, 2005.

FEIRA DE SANTANA. A SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DE FEIRA DE SANTANA. Portaria 09/2017. Feira de Santana, 24 de Abril de 2017. Disponível em: Acesso em: 17 de dez. de 2017.

KISCHIMOTO, Tisuko. M. Jogos tradicionais infantis: o jogo, a criança e a educação. Petrólis, RJ: Vozes, 1993.

KISCHIMOTO, Tisuko. M. Jogo, brinquedo, brincadeira e educação. 10-ed. São Paulo: Cortez, 2007.

MARSIGLIA, Ana Carolina G. A prática pedagógica histórico-crítica na educação infantil e ensino fundamental. Campinas- SP: Autores Associados (Coleção Educação Contemporânea), 2011.

MENDES, Magda B; RODRIGUES, Raquel S. N. A educação no campo multisseriada: descobrindo o prazer do aprender nos jogos, brinquedos e brincadeiras. II Conedu- Congresso Nacional de Educação. 2015.




DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.n36.17461

Direitos autorais 2020 Dialogia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.