Desafios dos estudantes trabalhadores da UFPel (2019- 2020)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5585/dialogia.n36.18188

Palavras-chave:

Estudante-trabalhador, Permanência estudantil, Vulnerabilidade social

Resumo

O artigo pretende analisar as formas de trabalho encontradas pelos estudantes da UFPel para complementar a renda, necessárias, muitas vezes, para a sua manutenção na Universidade. Para isso, foram utilizados os conceitos de informalidade e vulnerabilidade social, a partir de autores como Antunes (1999), Pochmann (2008), Noronha (2003) e Castel (1997). A metodologia empregada foi uma análise quali-quantitativa, por meio do lançamento, nas redes sociais, de um questionário on-line via google forms, com trinta e três questões abertas e fechadas. Para a análise do conteúdo utilizou-se o software Excel. Coletou-se 184 respostas, de alunos oriundos de vinte e duas unidades acadêmicas e trinta e cinco diferentes graduações. As respostas, especialmente as abertas, apresentaram as dificuldades com as quais os estudantes vivem, bem como a necessidade de a Universidade mudar, tendo em vista não só incluir, mas fazer com que essas pessoas permaneçam no espaço educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Milena da Silva Langhanz, Universidade Federal de Pelotas

Graduanda pela Universidade Federal de Pelotas

Lorena Almeida Gill, Universidade Federal de Pelotas

Professora titular da UFPEL. Doutora em História pela PUCRS. Tutora do PET Diversidade e Tolerância.

Referências

ANTUNES, Ricardo. Os sentidos do trabalho: Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho. São Paulo: Boitempo, 1999.

BRASIL. Documento final, 2010. Disponível em: <http://conae.mec.gov.br/images/stories/pdf/pdf/documetos/documento_final_sl.pdf>. Acesso em 10 de julho de 2020.

CASTEL, Robert. A dinâmica dos processos de marginalização: da vulnerabilidade à “desfiliação”. CADERNO CRH, Salvador, n. 26/27, p. 19-40, jan./dez. 1997. Disponível . Acesso em 20 de julho de 2018.

IBGE. 2007. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Disponível em: <https://biblioteca.ibge.gov.br/visualizacao/livros/liv36151.pdf>. Acesso em 21 de jul. de 2020.

INEP. <http://portal.inep.gov.br/artigo/-/asset_publisher/B4AQV9zFY7Bv/content/melhorar-a-taxa-de-conclusao-do-ensino-superior-e-uma-das-prioridades-do-governo-federal/21206>. Acesso em 17 de julho de 2020.

MARX, Karl. O Capital: crítica da economia política. São Paulo: Abril Cultural, 1985.

NORONHA, Eduardo. “Informal”, ilegal, injusto: Percepções do mercado de trabalho no Brasil. RBCS, Vol. 18 nº. 53 outubro/2003 disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/%0D/rbcsoc/v18n53/18081.pdf >. Acesso em 3 de julho de 2020.

NUNES, Edson, MARTIGNONI, Enrico e CARVALHO, Márcia. Perfil dos egressos, quotas e restrições: uma observação da educação superior no momento de sua reforma. Documento de trabalho n. 32. Observatório Universitário. Jul/ 2004. Disponível em: <http://www.observatoriouniversitario.org.br/principal.htm>. Acesso em 3 de julho de 2020.

PEREIRA, Lucinéa. O estudante de camadas populares na universidade pública: permanência garantida? Cadernos da Pedagogia, v. 12, n. 24, p. 16-29, jan/jun 2019.

PNAD-SÍNTESE INDICADORES DE 2006. IBGE. <https://biblioteca.ibge.gov.br/index.php/biblioteca-catalogo?view=detalhes&id=236018 >. Acesso em 10 de setembro de 2020.

PACHECO, Eliezer, RISTOFF, Dilvo. Educação Superior: Democratizando o acesso. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, 2004. 22 p. – (Série Documental. Textos para Discussão, ISSN 1414-0640; 12).

POCHMANN, Marcio. O emprego no desenvolvimento da nação. São Paulo: Boitempo, 2008.

PNAD-CONTINUA. IBGE. <https://www.ibge.gov.br/estatisticas/sociais/habitacao/9173-pesquisa-nacional-por-amostra-de-domicilios-continua-trimestral.html?edicao=27704&t=quadro-sintetico>. Acesso em 4 de julho de 2020.

RAMALHO, Jether; ARROCHELAS, Maria Helena et al. Desenvolvimento, subsistência e trabalho informal no Brasil. São Paulo: Cortez, 2004.

VARGAS, Hustana e PAULA, Maria. A inclusão do estudante-trabalhador e do trabalhador-estudante na educação superior: desafio público a ser enfrentado. Avaliação, Campinas; Sorocaba, SP, v. 18, n. 2, p.459-485, jul. 2013.

Downloads

Publicado

22.12.2020

Como Citar

DA SILVA LANGHANZ, Milena; ALMEIDA GILL, Lorena. Desafios dos estudantes trabalhadores da UFPel (2019- 2020). Dialogia, [S. l.], n. 36, p. 581–594, 2020. DOI: 10.5585/dialogia.n36.18188. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/dialogia/article/view/18188. Acesso em: 26 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos