Ensino remoto na pandemia de COVID-19: lições aprendidas em um projeto de extensão universitário

Tárcila Lorrane Fernandes de Souza Soares, Ícaro Silva de Santana, Maria Luiza Caires Comper

Resumo


O distanciamento social, decorrente da pandemia da COVID-19, resultou na suspensão das aulas presenciais em todo mundo, fazendo com que os métodos de educação fossem rapidamente adaptados para serem ministrados no formato de ensino remoto de emergência. Essa adaptação inesperada impactou estudantes e professores que, juntos, empreenderam esforços para a experimentação de novas formas de ensinar e aprender a fim de manter a continuidade das atividades de ensino, pesquisa e extensão. É neste contexto, que este artigo se propõe a descrever o processo de adaptação das atividades de ensino de um projeto de extensão universitário para a modalidade de ensino remoto, compartilhando experiências e lições aprendidas que podem contribuir para o desenho de novas estratégias pedagógicas.


Palavras-chave


COVID-19; Ensino remoto; Tecnologias Digitais; Metodologias Ativas

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Brenda Santana; DE SANTANA SANTOS, Carolyne; COMPER, Maria Luiza Caires. Núcleo de Estudos Em Semiologia e Propedêutica Clínica: Um caminho complementar para a formação em saúde. REVISE-Revista Integrativa em Inovações Tecnológicas nas Ciências da Saúde, v. 4, n. 00, 2019. Disponível em:. Acesso em: 15 jul 2020.

ALVES, Lynn. Educação remota: entre a ilusão e a realidade. Interfaces Científicas-Educação, v. 8, n. 3, p. 348-365, 2020. Disponível em:. Acesso em 15 jul 2020.

AQUINO, Estela ML et al. Medidas de distanciamento social no controle da pandemia de COVID-19: potenciais impactos e desafios no Brasil. Ciência & Saúde Coletiva, v. 25, p. 2423-2446, 2020. Disponível em:. Acesso em 15 jul 2020

BARBOSA, Andre Machado; VIEGAS, Marco Antônio Serra; BATISTA, Regina Lucia Napolitano Felício Felix. AULAS PRESENCIAIS EM TEMPOS DE PANDEMIA: relatos de experiências de professores do nível superior sobre as aulas remotas. Revista Augustus, v. 25, n. 51, p. 255-280, 2020. Disponível em: . Acesso em: 20 jul 2020.

BERBEL, Neusi Aparecida Navas. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, v. 32, n. 1, p. 25-40, 2011. Disponível em: . Acesso em: 30 set 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. CNE. Proposta de parecer sobre reorganização dos calendários escolares e realização de atividades pedagógicas não presenciais durante o período de pandemia da COVID-19. Brasília, 2020. Disponível em: https://www.cnm.org.br/cms/images/stories/Links/Texto_Referencia-_Reorganizacao_dos_Calendarios_Escolares_-_Pandemia_da_COVID-19_1.pdf . Acesso em: 22 jul 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Portaria nº 544, de 16 de junho de 2020. Diário Oficial da União, 2020. Disponível em: https://www.in.gov.br/en/web/dou/-/portaria-n-544-de-16-de-junho-de-2020-261924872. Acesso em: 22 jul 2020.

CARVALHO, Vitor Oliveira; CONCEIÇÃO, Lino Sergio Rocha; GOIS JR, Miburge Bolivar. COVID‐19 pandemic: Beyond medical education in Brazil. Journal of Cardiac Surgery, v. 35, n. 6, p. 1170, 2020. Disponível em:. Acesso em 27 set 2020.

COUTO, Edvaldo Souza; COUTO, Edilece Souza; CRUZ, Ingrid de Magalhães Porto. # FIQUEEMCASA: EDUCAÇÃO NA PANDEMIA DA

COVID-19. Interfaces Científicas-Educação, v. 8, n. 3, p. 200-217, 2020. Disponível em:. Acesso em 15 jul 2020.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

HERMOGENES, Lucas Ramon et al. A IMPORTÂNCIA DAS DIGITAL SKILLS EM TEMPOS DE CRISE: alguns aplicativos utilizados durante o isolamento social devido à pandemia do covid-19. Revista Augustus, v. 25, n. 51, p. 198-218, 2020. Disponível em:. Acesso em 18 jul 2020.

HODGES, Charles et al. As diferenças entre o aprendizado online e o ensino remoto de emergência. Revista da Escola, Professor, Educação e Tecnologia, v. 2, 2020. Disponível em:. Acesso em 29 jul 2020.

LACERDA, Andreson Lopes de; SILVA, Tatiana da. Materiais e estratégias didáticas em ambiente virtual de Aprendizagem. Rev. Brasileira de Estudos Pedagógicos., Brasília , v. 96, n. 243, p. 321-342, Ago. 2015. Disponível em: . Acesso em 30 set 2020. http://dx.doi.org/10.1590/S2176-6681/337812844.

LACERDA, Flávia Cristina Barbosa; SANTOS, Letícia Machado dos. Integralidade na formação do ensino superior: metodologias ativas de aprendizagem. Avaliação (Campinas), Sorocaba , v. 23, n. 3, p. 611-627, Dez. 2018 . Disponível em: . Acesso em 23 Set. 2020. http://dx.doi.org/10.1590/s1414-40772018000300003.

LEÃO, Juliana Alves. As Ferramentas de Interação do Ambiente Virtual de Aprendizagem: Instrumentos que Viabilizam as Inter-Relações entre Professores e Alunos. Revista Gestão Universitária, v. 16, n. 3, 2015. Disponível em:. Acesso em 23 set 2020.

MARKEL, Julia M.; GUO, Philip J. Designing the Future of Experiential Learning Environments for a Post-COVID World: A Preliminary Case Study. 2020. Disponível em: . Acesso em 30 set 2020.

MOREIRA, J. António; HENRIQUES, Susana; BARROS, Daniela Melaré Vieira. Transitando de um ensino remoto emergencial para uma educação digital em rede, em tempos de pandemia. Dialogia, p. 351-364, 2020. Disponível em:. Acesso em 23 set 2020.

PAIVA, Marlla Rúbya Ferreira et al. Metodologias ativas de ensino-aprendizagem: revisão integrativa. SANARE-Revista de Políticas Públicas, v. 15, n. 2, 2016. Disponível em: . Acesso em 30 set 2020.

PAIVA, Vera Menezes de O. Ambientes virtuais de aprendizagem: implicações epistemológicas. Educação em Revista, v. 26, n. 3, p. 353-370, 2010. Disponível em: . Acesso em: 17 ago 2020.

PRADO, Maria Elisabete. Educação a distância: os ambientes virtuais e algumas possibilidades pedagógicas. Salto para o Futuro/SEED/MEC. Série: Tecnologias e educação: novos tempos, outros rumos. Brasília, p. 20-25, 2001. Disponível em:. Acesso em: 20 set 2020.

SALVADOR, Pétala Tuani Candido de Oliveira et al . Objeto e ambiente virtual de aprendizagem: análise de conceito. Rev. Bras. Enferm., Brasília , v. 70, n. 3, p. 572-579, June 2017 . Available from . Accesso em 30 set 2020. http://dx.doi.org/10.1590/0034-7167-2016-0123.

SANDHU, Preeti; DE WOLF, Maisie. The impact of COVID-19 on the undergraduate medical curriculum. Medical Education Online, v. 25, n. 1, p. 1764740, 2020. Disponível em:. Acesso em: 15 jul 2020.

TAKAHASHI, Eduardo Kojy; CARDOSO, Dayane Carvalho. Experimentação remota em atividades de ensino formal: um estudo a partir de periódicos Qualis A. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, v. 11, n. 3, p. 185-208, 2011. Disponível em:. Acesso em 17 jul 2020.

VASCONCELLOS, Celso dos Santos. Planejamento: projeto de ensino- aprendizagem e projeto político pedagógico. 21. ed. São Paulo: Libertad, 2010. 205 p.

WORLD HEALTH ORGANIZATION et al. Considerations for quarantine of individuals in the context of containment for coronavirus disease (‎ COVID-19)‎ Interim guidance, 29 February 2020. World Health Organization, 2020.




DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.n36.18396

Direitos autorais 2020 Dialogia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.