Análise étnico-racial de imagens em livros didáticos de Biologia

Michele Assis de Oliveira, Russel Teresinha Dutra da Rosa, Tanara Forte Furtado

Resumo


O presente trabalho resulta de uma pesquisa de caráter qualitativo. Analisam-se imagens humanas, sobretudo de pessoas negras e indígenas, presentes em livros didáticos de Biologia publicados antes e após a implantação do Programa Nacional do Livro Didático do Ensino Médio, em 2009, e as obras incluídas no Programa Nacional do Livro Didático, de 2018. Os livros de Biologia recorrem a diversas fotografias e representações de seres humanos, cujos contextos socioculturais importam para a manutenção ou transformação da realidade social. Diante da predominância da representação descontextualizada de determinados grupos étnicos, ocasionada pela branquitude acrítica, este estudo tem o objetivo de verificar se a forma de representação plural, regulamentada em editais, está presente nos livros didáticos atuais. Conclui-se que, conquanto tenha havido ligeira melhora na última década, a abordagem dos livros didáticos distribuídos às escolas públicas ainda minimiza a promoção da equidade étnico-racial.


Palavras-chave


diversidade; educação; ERER; Inclusão; livro didático

Texto completo:

PDF

Referências


AMARAL, Wagner Roberto do; RODRIGUES, Michelle Aparecida; BILAR, Jenifer Araujo Barroso. Os circuitos de trabalho indígena: possibilidades e desafios para acadêmicos e profissionais Kaingang na gestão das políticas públicas. Mediações-Revista de Ciências Sociais, Londrina, v. 19, n. 2, p. 129-145, 2014. Disponível em: http://dx.doi.org/10.5433/2176-6665.2014v19n2p129 Acesso em: 14 mar. 2021.

AMORIM, Diego Uchoa. Teorias raciais no Brasil: um pouco de história e historiografia. Revista Cantareira, São Paulo, n. 19, 5 fev. 2019. Disponível em: https://periodicos.uff.br/cantareira/article/view/27725. Acesso em: 15 abr. 2021.

BARBUJANI, Guido. A invenção das raças: Existem mesmo raças humanas? Diversidade e Preconceito Racial. São Paulo: Editora Contexto, 2007.

BENTO, Maria Aparecida da Silva et al. (Org.). Psicologia social do racismo: estudos sobre branquitude e branqueamento no Brasil. Petrópolis: Vozes, 2002.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei n. 7.437, de 20 de Dezembro de 1985. Diário Oficial da União, Brasília, 1985. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/L7437.htm. Acesso em: 08 abr. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Programa Nacional do Livro Didático para o ano de 2007. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2007. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/programas/programas-do-livro/consultas/editais-programas-livro/item/3014-editais-anteriores. Acesso em: 08 abr. 2021.

BRASIL. Lei nº 11.645, de 10 de Março de 2008. Altera a Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei no 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as Diretrizes e Bases da Educação Nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Diário Oficial da União, Brasília, 2008a. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11645.htm#art1. Acesso em: 04 mar. 2021.

BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Biologia: Catálogo do Programa Nacional do Livro para o Ensino Médio: PNLEM/2009. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2008b. 108 p. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/component/k2/item/4289-guia-pnlem-2009. Acesso em: 02 mar. 2021.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. PNLD 2018: Biologia – Guia de Livros Didáticos – Ensino Médio. Brasília: Ministério da Educação, Secretária de Educação Básica, 2017. 92 f. Disponível em: http://www.fnde.gov.br/pnld-2018/. Acesso em: 02 mar. 2021.

CARDOSO, Lourenço. Retrato do branco racista e anti-racista. Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 18, n. 1, p. 46-76, 2010. Disponível em: http://dx.doi.org/10.17058/rea.v18i1.1279 Acesso em: 26 mar. 2021.

CARDOSO, Lourenço; MULLER, Mara. Branquitude: estudos sobre a identidade branca no Brasil. Curitiba: Appris, 2017.

DUBAR, Claude. A construção de si pela atividade de trabalho: a socialização profissional. Cadernos de pesquisa, São Paulo, v. 42, n. 146, p. 351-367, 2012. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S0100-15742012000200003 Acesso em: 26 mai. 2021.

FREIRE, Paulo. A imagem do índio e o mito da escola. In: MARFAN, Marilda A. (Org.). Congresso Brasileiro de Qualidade na Educação - Formação de Professores: educação escolar indígena. Brasília: MEC, 2002.

GOMES, Nilma Lino. O Movimento Negro educador: saberes construídos nas lutas por emancipação. Petrópolis: Vozes, 2017.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. PNAD Contínua Educação 2019. Rio de Janeiro, 2018. Disponível em: https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/28285-pnad-educacao-2019-mais-da-metade-das-pessoas-de-25-anos-ou-mais-nao-completaram-o-ensino-medio. Acesso em: 17 abr. 2021.

LOPES, Sônia; ROSSO, Sergio. BIO. 3 volumes. São Paulo, SP: Saraiva, 2017.

LUCIANO, Gersem dos Santos. O índio brasileiro: o que você precisa saber sobre os povos indígenas no Brasil de hoje. Brasília: Ministério da Educação; Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade; Museu Nacional, Laboratório de Pesquisas em Etnicidade, Cultura e Desenvolvimento, 2006.

MARTINS, Carlos Augusto. Racismo anunciado: o negro e a publicidade no Brasil (1985-2005). São Paulo: USP, 2009.

MOTA, Clarice. Ser indígena no Brasil Contemporâneo, novos rumos para um velho dilema. Ciência e Cultura, São Paulo, v. 60, n. 4, 2008. Disponível em: http://cienciaecultura.bvs.br/scielo.php?pid=S0009-67252008000400011&script=sci_arttext. Acesso em: 10 mar. 2021.

RIBEIRO, Vera. Branquidade: identidade branca e multiculturalismo. Rio de Janeiro: Garamond, 2004.

ROMÃO, Jeruse. O educador, a educação e a construção de uma auto-estima positiva no educando negro. In: CAVALLEIRO, Eliane (Org.). Racismo e anti-racismo na educação: repensando nossa escola. São Paulo: Selo Negro, 2001.

SILVA, Ana Célia da. A discriminação do negro no livro didático. Salvador: Centro Editorial Didático; Centro de Estudos Afro-Orientais, 1995.

SILVA, Ana Célia da. Desconstruindo a discriminação do negro no livro didático. Salvador: EDUFBA, 2001.

VERRANGIA, Douglas; SILVA, Petronilha B. G. Cidadania, relações étnico-raciais e educação: desafios. Educação & Pesquisa, São Paulo, v. 36, n. 3, p. 705-718, 2010. Disponível em: https://doi.org/10.1590/S1517-97022010000300004 Acesso em: 14 abr. 2021.




DOI: https://doi.org/10.5585/39.2021.20389

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Dialogia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2021 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional