Clube de ciências e tecnologias interescolar: uma experiência de internacionalização

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5585/40.2022.21807

Palavras-chave:

educação, escola, clube de ciências, tecnologias, internacionalização

Resumo

Este artigo constituiu-se como um recorte do projeto de pesquisa intitulado “A Robótica, o Pensamento Computacional e as Tecnologias Digitais na Educação Básica: Potencializando Aprendizagens e Competências em Processos de Ressignificação do Ensino de Ciências”, em desenvolvimento desde novembro de 2019, com o financiamento do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq, Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTI, a partir da Chamada Universal MCTIC/CNPq – Edital nº 05/2019 – Programa Ciência na Escola – Ensino de Ciências na Educação Básica, com o apoio da Universidade Nove de Julho-Uninove/SP-Brasil. Neste artigo são apresentados exemplos das experiências desenvolvidas e os resultados alcançados, a partir da percepção dos jovens participantes deste projeto no segundo semestre de 2021, a fim de elucidar as contribuições de um “Clube de Ciências e Tecnologias Interescolar” para ações de internacionalização, a partir da parceria entre universidade e instituições escolares de diferentes países (Brasil e Equador) envolvidas nessa investigação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriana Aparecida de Lima Terçariol, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP – Brasil Universidade Nove de Julho - UNINOVE-SP - Brasil

Doutora em Educação e Currículo

Andressa Algayer da Silva Moretti, Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Bauru-SP-Brasil

Doutoranda em Educação para a Ciência

Aguinaldo Robinson de Souza, Universidade de São Paulo, USP - SP, Brasil Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Bauru-SP-Brasil

Doutorado em Química (Físico-Química)

Referências

ANDRELO, Roseane; CABRAL, Raquel. Internacionalização e interculturalidade: alianças para o ensino transformador. In: SANTOS, Célia Maria Retz Godoy; FERRARI, Maria Aparecida (org.). Aprendizagem ativa: contextos e experiências em comunicação [também em formato eletrônico]. Bauru: Universidade Estadual Paulista, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação, 2017. Disponível em: https://pdfcoffee.com/aprendizagem-ativa-santos-e-ferrari-pdf-free.html. Acesso em: 23 fev. 2022.

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular (BNCC). 2018. Disponível em:

http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em: 30 jan. 2022.

GONÇALVES, Tatiane Alves.; DENARDIN, Luciano. Clube de ciências: revisão sistemática de literatura das produções stricto sensu dos últimos quinze anos. Revista Dynamis. v.25, n.2, p.187-204. 2019. Disponível em: https://proxy.furb.br/ojs/index.php/dynamis/article/view/8037/4361. Acesso em 10 fev. 2022.

JUNQUEIRA, Cairo Gabriel Borges; BALDRIGHI, Rafael de Moraes. A internacionalização do ensino superior no Brasil: analisando comparativamente a mobilidade internacional de estudantes face à realidade latino-americana. Rev. Carta Inter., Belo Horizonte, v. 15, n. 3, 2020. Disponível em: https://www.cartainternacional.abri.org.br/Carta/article/view/1064/796. Acesso em: 09 fev. 2022.

KNIGHT, Jane. Internationalization: key concepts and elements. Internationalization of European Higher Education and Research: an EUA/ACA Handbook. Berlin: Raabe Academic Publishers. 2008. Diponível em: https://books.google.com.br/books?id=YFUTHTEeDhkC&printsec=frontcover&hl=pt-BR#v=onepage&q&f=false. Acesso em: 07 fev. 2022.

LIMA, Manolita Correia; CONTEL, Fábio. Períodos e Motivações da Internacionalização da Educação Superior Brasileira. 5ème Colloque de l’IFBAE. Grenoble, 2009.

MARANHÃO, Carolina Machado Saraiva de A.; DUTRA, Isadora Iannini; MARANHÃO, Roberto Kaehler. Internacionalização do ensino superior: um estudo sobre barreiras e possibilidades. Administração: Ensino e Pesquisa, v. 18, n. 1, jan-abr, p. 09-38, 2017. Disponível em: https://raep.emnuvens.com.br/raep/article/view/458/pdf. Acesso em: 05 fev. 2022.

SANTOS, Fernando Seabra; ALMEIDA FILHO, Naomar de. A quarta missão da Universidade: internacionalização universitária na sociedade do conhecimento. Brasília: Editora Universidade de Brasília; Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2012. Disponível em: https://digitalisdsp.uc.pt/bitstream/10316.2/11941/5/A%20quarta%20Miss%c3%a3o%20da%20Universidade%20-%202012.pdf. Acesso em: 08 fev. 2022.

SCHMITZ, Vanderlei.; TOMIO, Daniela. O Clube de Ciências como prática educativa na escola: uma revisão sistemática acerca de sua identidade educadora. Investigações em Ensino de Ciências. v.24, n.3, p.305-324, 2019. Disponível em: https://www.if.ufrgs.br/cref/ojs/index.php/ienci/article/view/1539. Acesso em: 10 fev. 2022.

TANOUE, Aline Donata; MORILAS, Luciana Romano. A internacionalização do ensino superior no Brasil: um estudo de caso das políticas da Universidade de São Paulo. In: 3ª Conferência FORGES, 2013, Recife - PE. Anais da 3ª Conferência FORGES, 2013. Disponível em: https://www.aforges.org/wp-content/uploads/2017/03/A-Tanoue_A-internacionaliza__o-do-ensino.pdf. Acesso em: 04 fev. 2022.

TORRES, Patrícia Lupion; IRALA, Esrom Adriano F. Aprendizagem colaborativa: teoria e prática. 2014. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/271136311_Aprendizagem_colaborativa_teoria_e_pratica. Acesso em: 30 jan. 2022.

Downloads

Publicado

29.03.2022

Como Citar

TERÇARIOL, Adriana Aparecida de Lima; MORETTI, Andressa Algayer da Silva; SOUZA, Aguinaldo Robinson de. Clube de ciências e tecnologias interescolar: uma experiência de internacionalização. Dialogia, [S. l.], n. 40, p. e21807, 2022. DOI: 10.5585/40.2022.21807. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/dialogia/article/view/21807. Acesso em: 14 jun. 2024.

Edição

Seção

Dossiê n. 40 “Aprendizagem Criativa, o Pensamento Computacional e a Robótica na Educação Básica”