Gestão e trabalho pedagógico durante a pandemia de Covid-19

experiências de escolas públicas do Distrito Federal

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5585/48.2024.24655

Palavras-chave:

direito à educação, educação básica pública, gestão escolar, pandemia do Covid-19, trabalho pedagógico.

Resumo

Trata-se de estudo qualitativo que buscou compreender o desenvolvimento da gestão e do trabalho pedagógico de escolas públicas do Distrito Federal (DF), em contexto pandêmico. Os dados foram obtidos entre outubro de 2021 e março de 2022, por meio de questionários no Google Forms. Participaram do estudo professores, coordenadores pedagógicos, especialistas em educação e gestores escolares. Em termos teórico-filosóficos, compreende-se a educação básica pública no âmbito dos direitos sociais, coexistindo com as expectativas dos mercadores, financistas e big techs e, ao mesmo tempo, com as relações de poder travadas em instituições políticas e sociais. Os resultados da pesquisa indicam as limitações da escola pública durante a pandemia, a intensificação do trabalho dos gestores, mas também seu reconhecimento como instituição social da comunidade local. Reafirma-se que a escola não se reduz à educação escolar, pois é um espaço público de formação, socialização e garantia de direitos humanos, sociais e digitais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Sheila Fernandes Costa, Universidade de Brasília - UnB

Doutora em Educação

 

Edileuza Fernandes Silva, Universidade de Brasília - UnB

Doutora em Educação

 

Maria Abádia da Silva, Universidade de Brasília - UnB

Doutora em Educação

 

Referências

Almeida, J. S. de; Soares, M. (2012). Mudaram os tempos; mudaram as mulheres? Memórias de professoras do Ensino Superior. Revista da Avaliação da Educação Superior, v. 17, n. 2, p. 557-580. https://doi.org/10.1590/S1414-40772012000200013

Bogdan, R. C.; Biklen, S. K. (1944). Investigação qualitativa em educação: uma introdução à teoria e aos métodos. Trad. Maria João Alvarez, Sara Bahia dos Santos e Telmo Mourinho Baptista. 1. ed. Porto, Portugal: Porto Editora.

Brasil. (1988) Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Constituicao/Constituicao.htm Acesso em: 13 mar. 2023.

Brasil. (2020a). Decreto Legislativo n. 6, de 20 de março de 2020. Reconhece, para os fins do art. 65 da Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000, a ocorrência do estado de calamidade pública, nos termos da solicitação do Presidente da República encaminhada por meio da Mensagem nº 93, de 18 de março de 2020. Brasília: Senado Federal. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/Portaria/DLG6-2020.htm Acesso em: 13 mar. de 2023.

Brasil. (2016). Emenda Constitucional nº 95, de 15 de dezembro de 2016. Altera o Ato das Disposições Constitucionais Transitórias, para instituir o Novo Regime Fiscal, e dá outras providências. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc95.htm Acesso em: 13 mar. de 2023.

Brasil. (2020b). Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira-Inep. Censo Escolar da Educação Básica 2019. Brasília: Inep/MEC. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/pesquisas-estatisticas-e-indicadores/censo-escolar Acesso em: 13 mar. de 2023.

Brasil. (2022). Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira-Inep. Relatório do 4º Ciclo de Monitoramento das Metas do Plano Nacional de Educação 2022. Brasília, DF: Inep/MEC. Disponível em: https://www.gov.br/inep/pt-br/areas-de-atuacao/gestao-do-conhecimento-e-estudos-educacionais/estudos-educacionais/relatorios-de-monitoramento-do-pne Acesso em: 16 abr. 2023.

Dal Rosso, S; Cardoso, A. C. M. (2015). Intensidade do trabalho: questões conceituais e metodológicas. Revista Sociedade e Estado, v. 30, n. 3, set/dez. https://doi.org/10.1590/S0102-69922015.00030003

Distrito Federal. (2017). Lei nº 6.023, de 18 de dezembro de 2017. Institui o Programa de Descentralização Administrativa e Financeira – PDAF e dispõe sobre sua aplicação e execução nas unidades escolares e nas regionais de ensino da rede pública de ensino do Distrito Federal. Brasília, DF: Casa Civil. Disponível em: https://biblioteca.cl.df.gov.br/dspace/handle/123456789/1896 Acesso em: 05 abr. 2023.

Distrito Federal. (2021). Decreto nº 41.882, de 08 de março 2021. Declara estado de calamidade pública no âmbito da saúde no Distrito Federal em decorrência do Novo Coronavírus SARS-CoV-2 (Classificação e Codificação Brasileira de Desastres - COBRADE 1.5.1.1.0 - Doenças Infecciosas Virais). Brasília, DF: Casa Civil. Disponível em: https://www.legisweb.com.br/legislacao/?id=410546 Acesso em: 15 abr. 2023.

Ferreira, L. S. (2010). Trabalho pedagógico. In: Oliveira, D. A; Duarte, A. M. C.; Vieira, L. M. F. Dicionário de trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: Faculdade de Educação UFMG.

Flick, U. (2004). Uma introdução à pesquisa qualitativa. Trad. Sandra Netz. 2. ed. Porto Alegre: Bookman.

Silva, E. F.; Bento, A. L. (2020). Concepções e discursos sobre a docência: tensões, embates e perspectivas. Ensino Em Re-Vista, Uberlândia, MG, v. 27, n. 1, p. 15-39, jan./abr. http://dx.doi.org/10.14393/ER-v27n1a2020-1

Silva; E. F. (2018). Diretor da escola básica: “O vento que sopra o carvão”. In: Silva, M. A. da; Pereira, R. da S. (orgs.). Gestão escolar e o trabalho do diretor. Curitiba, PR: Appris.

Silva, F. J. da; Silva, E. F. (2023). Relação entre a descentralização financeira via PDAF e rendimento escolar. Revista Educação & Realidade. https://doi.org/10.1590/2175-6236122092vs01

Höfling, E. M. (2001). Estado e políticas (públicas) sociais. Cadernos CEDES, ano XXI, no. 55, nov. p. 30-41. https://doi.org/10.1590/S0101-32622001000300003

Marin, A.J. (2010). Precarização do trabalho docente. In: Oliveira, D.A.; Duarte, A.M.C.; Vieira, L.M.F. Dicionário: trabalho, profissão e condição docente. Belo Horizonte: UFMG/Faculdade de Educação. CDROM. GESTRADO/FAE/UFMG. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/345387705_PRECARIZACAO_DO_TRABALHO_DOCENTE Acesso em: 20 fev. 2024.

Silva, M. Lira. (2017). Coup d’état e exclusivismo político-educacional: Uma análise da medida provisória 746/2016. Germinal: Marxismo e Educação em Debate, Vol. 9, nº. 3, dez, p. 182-210. http://doi.org/:10.9771/gmed.v9i3.23726

Souza, K R.; Santos, G. B. dos; Rodrigues, A. M. dos S.; Felix, E. G.; Gomes, L.; Rocha, G. L. da; Conceição, R. do C. M.; Rocha, F. S. da; Peixoto, R. B. (2021). Trabalho remoto, saúde docente e greve virtual em cenário de pandemia. Trabalho, Educação e Saúde, v. 19, e00309141. http://dx.doi.org/10.1590/1981-7746-sol00309

Villas Boas, B. (2017). Portifólio, avaliação formativa e feedback. In: Villas Boas, B. (org.). Avaliação: interações com o trabalho pedagógico. Campinas, SP: Papirus.

Downloads

Publicado

14.03.2024

Como Citar

COSTA, Ana Sheila Fernandes; FERNANDES SILVA, Edileuza; SILVA, Maria Abádia da. Gestão e trabalho pedagógico durante a pandemia de Covid-19: experiências de escolas públicas do Distrito Federal. Dialogia, [S. l.], n. 48, p. e24655, 2024. DOI: 10.5585/48.2024.24655. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/dialogia/article/view/24655. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos