Impactos do percurso formativo em mestrados profissionais em Educação no desenvolvimento profissional de suas autoras

Autores

DOI:

https://doi.org/10.5585/48.2024.26236

Palavras-chave:

desenvolvimento profissional de professores e de gestores; avaliação de programas de formação de professores e de gestores; mestrados profissionais em Educação

Resumo

Este artigo analisa os impactos que ter cursado um mestrado profissional em educação teve no desenvolvimento profissional de professoras e gestoras. Para tanta elabora uma argumentação que considera tais mestrados como espaço para a formação de professores e de gestores escolares aliada as práticas profissionais daqueles que frequentam o curso, intentando, ao fim e ao cabo, impactar positivamente o desenvolvimento profissional de seus alunos. Considera, ainda, que tal discussão pertence, também, ao campo da avaliação dos programas de formação continuada de professores e gestores. Para tanto, procedeu-se ao levantamento bibliográfico dos temas que compõem a argumentação do texto em tela. Como resultado da investigação pode-se afirmar que analisar os impactos do percurso em mestrados profissionais em educação pelas vozes das mestras egressas permite identificar a efetivação de um desenvolvimento profissional, servindo, inclusive, como um modo de avaliar programas de formação continuada.

CROSSMARK_Color_horizontal.svg

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patricia Aparecida Bioto, Universidade Nove de Julho, Uninove / Programa de Mestrado em Gestão e Práticas Educacionais - PROGEPE

Pós-Doutora em Educação

Referências

ALARCÃO, I. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. São Paulo: Cortez Editora, 2018.

ALEIXO. C. R. Nuances que ressignificam a docência. In: BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023

AMBROSETTI, N. B.; CALIL, A. Contribuições do mestrado profissional em educação para a formação docente. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v. 24, n. 3, p.85-104, Set./Dez. 2016.

ANDRE, M.; ROLDÃO, M. do C.; BRIZINSKI, I.; LUDKE, M. Pesquisa sobre Formação de Professores: Síntese do II Simpósio de grupos de pesquisa do GT 8 da ANPEd. Form. Doc., Belo Horizonte, v. 02, n. 03, p. 152-159, ago./dez. 2010.

BIOTO, P. A. Formação colaborativa de professores. São Paulo: Dialética, 2021.

BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023.

BORGES, M. C. Avaliação da qualidade da formação dos professores para a qualidade de ensino da educação básica. Disponível em https://www.aidu-asociacion.org/wp-content/uploads/2019/12/CIDU-2012-PORTO-PORTUGAL219.pdf. Acesso em 09 de março de 2024.

BRIZINSKI, I. Pesquisa sobre formação de profissionais da educação no GT no GT8/ ANPED: travessia histórica. Form. Doc., Belo Horizonte, v. 01, n. 01, p. 71-94, ago./dez. 2009.

CARDOSO, A. R. de J. Transformação de um sonho para a realização acadêmica: tempos com grandes memórias afetivas. In: BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023.

COLOMBO, A. A caminhada de uma professora rumo ao mestrado. In: BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023

CRUZ, G. B.; BATALHA, C. S.; LAHTERMAHER, F.; CAMPELO, T. da S. Percursos de um Grupo de Pesquisa na área de Formação Docente: o GEPED diante do desafio de formar professores e pesquisadores. Form. Doc., Belo Horizonte, v. 10, n. 18, p. 31-52, jan./jul. 2018.

CUNHA, C. M.; AGRINIONIH, N. T. Mestrado Profissional em Educação: Teoria e Prática de Ensino – qualificação dos processos de educar na pesquisa da Educação Básica. Educar em Revista, Curitiba, Brasil, n. 63, p. 119-135, jan./mar. 2017

DUARTE, E.; BIOTO, P. A. O pensar reflexivo e o saber-formar docente no contexto do mestrado profissional. Pró-Discente: Caderno de Produção Acadêmico-Científica. Vitória-ES, v. 31, n. 1, p. 99-117, jan./jun. 2024

FARIA, S. M.; BUSSOLOTTI. J. M. O processo de formação no mestrado profissional em educação de uma universidade do Vale Paraíba Paulista. Brazilian. Journal of Development. Curitiba, v. 6, n. 2,p.8214-8233 feb. 2020.

FOVALI. F. Os modos de fazer dos diretores de escolas públicas paulistas frente as exigências da secretaria da educação. In: BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023

FREIRE, P. Uma trajetória como educadora, formadora e gestora. In: BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023

FULLAN, M. HARGREAVES, A. Por que é que vale a pena lutar? O trabalho de equipa na escola. Porto: Porto editora, 2001.

GIROUX, H. Os professores como intelectuais. Trad. Daniel Bueno. Porto Alegre: Artes Médicas, 1997.

GIROUX, H. Cruzando as fronteiras do discurso educacional. Trad. Magda França Lopes. Porto Alegre: Artes Médica Sul, 1999.

IMBERNON, F. Formação permanente de professores: novas tendências. São Paulo: Cortez Editora, 2017.

JESUS, L. Traçando caminhos, compartilhando a história, saberes, desafios e o prazer de ser quem eu sou. In: BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023

MORAES, D. Z.; LUGLI, R. S. G. (orgs). Docência, pesquisa e aprendizagem: (auto) biografias como espaço de formação/investigação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

MARQUEZAN, L. P.; SAVEGNANO, C. L. O mestrado profissional no contexto de formação continuada e o impacto na atuação dos profissionais da educação. Revista Internacional de Educação Superior, Campinas, São Paulo, v. 6, p. 1-22, 2020

OLIVEIRA, D. K. B.; MOURA, E. M. B.; SILVA, K. A. P. C. C.. Mestrado profissional: perspectiva de formação continuada stricto sensu para o professor da educação básica. Pensar Acadêmico, Manhuaçu, v. 18, n.2, p. 401-425, maio-agosto, 2020

PASSEGI, M. da C.; SILVA, V. B. (orgs). Invenções de vida, compreensão de itinerários e alternativas de formação. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

PEREIRA, J. E. D. PRODOC: 20 anos de pesquisas sobre a profissão, a formação e a condição docentes. Form. Doc., Belo Horizonte, v. 10, n. 18, p. 67-74, jan./jul. 2018.

PEREIRA, J. E. D. A construção do campo da pesquisa sobre formação de professores. Revista da FAEEBA – Educação e Contemporaneidade, Salvador, v. 22, n. 40, p. 145-154, jul./dez. 2013

PIRES, C. M. C.; IGLIORI, S. B. C. Mestrado profissional e o desenvolvimento profissional do professor de matemática. Ciênc. Educ., Bauru, v. 19, n. 4, p. 1045-1068, 2013

RIBEIRO, A. N. S. Eu, a música e educação: uma melodia de sucesso. In: BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023

ROLDÃO, M. do C. Investigação como instrumento da formação profissional de docentes. Form. Doc., Belo Horizonte, v. 13, n. 28, p. 79-90, set./dez. 2021

ROLDÃO, M. do C.; ANDRÉ, M.; BRZEZINSKI, I.; LIMA, E. de F.; ROMANOWSKI, Joana Paulin. III Simpósio de Grupos de Pesquisa sobre Formação de Professores do Brasil – Síntese das observações realizadas. Form. Doc., Belo Horizonte, v. 10, n. 18, p. 11-18, jan./jul. 2018.

SAVEGNAGO, C. L.; GOMEZ, S. da R. M.; DALLA CORTE, M. G.; MARQUEZAN, L. I. P. Produtos de um mestrado profissional na área da educação: um estado do conhecimento. Regae: Rev. Gest. Aval. Educ. Santa Maria v. 9 n. 18 Pub. contínua 2020 p. 1-14

SCHÄFER, E. D. A.; OSTERMANN, F. O impacto de um mestrado profissional em ensino de Física na prática docente de seus alunos: uma análise bakhtiniana sobre os saberes profissionais. Revista Ensaio, Belo Horizonte, v.15, n. 02, p. 87-103, maio-ago, 2013

SILVA, V. L. G.; CUNHA, J. L. (orgs). Práticas de formação, memória e pesquisa (auto) biográfica. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

SOUSA, D. D. de C. Projetos de pesquisa interventiva nos mestrados profissionais em educação e seus desdobramentos. Diálogos e Diversidade, Jacobina - Bahia - Brasil, v. 4, n. e17551, p. 01-17, 2024.

TROVA, A. G. Um encontro, uma descoberta: a caminhada de uma professora-estudante-professora. In: BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023

VICENTINI, P. P.; ABRAHÃO, M. H. M. B. (orgs). Sentidos, potencialidades e usos da (auto) biografia. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2010.

ZAIDAN, S., FERREIRA, M. C. C.; KAWASAKI, T. F. A pesquisa da própria prática no mestrado profissional. Plurais. Salvador, v.3, n. 1, p. 88-103, jan./abr. 2018

ZAN, A. M. de F. B. Liberdade caça jeito. In: BIOTO, P. A. Liberdade caça jeito: trajetórias de professoras, gestoras e mestras em educação. São Carlos: Pedro e João Ed., 2023

ZEICHNER, K. M. Uma agenda de pesquisa para a formação docente. Form. Doc., Belo Horizonte, v. 01, n. 01, p. 13-40, ago./dez. 2009.

Downloads

Publicado

26.04.2024

Como Citar

BIOTO, Patricia Aparecida. Impactos do percurso formativo em mestrados profissionais em Educação no desenvolvimento profissional de suas autoras. Dialogia, [S. l.], n. 48, p. e26236, 2024. DOI: 10.5585/48.2024.26236. Disponível em: https://periodicos.uninove.br/dialogia/article/view/26236. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

Dossiê n. 48 “Desenvolvimento profissional de professores e gestores: contribuições para o campo de pesquisa e para a prática