Sequências didáticas no ensino de Matemática: uma investigação com professores de séries finais em relação ao tema Teorema de Pitágoras

Wanderley Pivatto Brum

Resumo


Apresentamos os resultados de uma investigação com abordagem qualitativa que objetivou analisar as sequências didáticas construídas por cinco professores de Matemática que lecionam no município de Florianópolis, Santa Catarina acerca do tema Teorema de Pitágoras. A investigação está situada no campo da Educação Matemática e as sequências didáticas foram analisadas à luz da Teoria da Aprendizagem Significativa. Para a análise definimos quatro aspectos a serem considerados nas sequências didáticas: (1) valorização aos conhecimentos prévios dos alunos; (2) uso de organizadores prévios; (3) consideração a diferenciação progressiva e reconciliação integrativa; e (4) tipo de avaliação. Com relação aos resultados obtidos, revelou-se nas sequências didáticas frequente momento para a identificação dos conhecimentos prévios, algumas inversões com relação aos aspectos estruturais, ausência de organizadores prévios e, na maioria, avaliações do tipo somativa.



Palavras-chave


Formação continuada. Sequência de ensino. Prática profissional

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.N22.5530

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais



Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2022 Todos os direitos reservados.

Esta obra está licenciada com uma Licença 
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional