Financiamento do ciclo operacional no setor de distribuição de gás natural canalizado do nordeste brasileiro

George Wandermont Almeida dos Santos, Carlos André de Oliveira, Lieda Amaral de Souza, Walid Abbas El-Aouar, Laís Karla da Silva Barreto

Resumo


 

Atualmente, o monitoramento endógeno das atividades operacionais parece imprescindível para a rentabilidade das entidades. O setor de distribuição de gás natural canalizado – caracterizado pelo alto giro dos ativos – necessita de vultosos desembolsos em seu processo de distribuição, o que pode comprometer o seu desempenho e a sua capacidade de expansão. Assim, neste estudo, objetivou-se verificar como as empresas desse setor do nordeste brasileiro financiam suas atividades operacionais. Para isso, foi realizada pesquisa exploratória multicaso em três Estados da região estudada. Os resultados mostraram que, dentre as entidades estudadas, uma financia praticamente todas as suas atividades a partir de fontes de recursos operacionais – desempenho dado como ideal; as demais, apesar de, posteriormente, em uma análise complementar, também se mostrarem com situação financeira sólida, realizaram aportes para uso operacional com recursos de outras fontes (passivo não cíclico e/ou errático) denominadas pelo modelo dinâmico de Fleuriet, que norteou este trabalho.


Palavras-chave


Capital de giro. Ciclo operacional e financeiro. Desempenho operacional. Modelo de Fleuriet. Empresas de gás natural.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/exactaep.v14n3.6363

Direitos autorais



Tempo médio entre a submissão e primeira resposta de avaliação: 120 dias

Exacta – Engenharia de Produção

e-ISSN: 1983-9308
ISSN: 1678-5428
www.revistaexacta.org.br

Exacta  ©2020 Todos os direitos reservados.