Plano de Marketing Social para a Promoção da Saúde: Desenvolvimento de Políticas de Saúde Pública Orientada ao “Cliente”.

Edson Coutinho da Silva, José Afonso Mazzon

Resumo


Este artigo tem o objetivo de introduzir e explicar um plano (ou modelo) para orientar o planejamento e a execução de campanhas de saúde por meio do Marketing Social. O modelo baseia-se nos princípios de Marketing Social e tem como propósito auxiliar os profissionais da área pública a desenvolver um plano de ação a partir de etapas para elaborar campanhas de saúde para alcançar o objetivo final, que é a mudança de comportamento. O plano de Marketing Social é uma opção para introduzir uma orientação ao “cliente” por meio do Marketing integrado com o propósito de promover a satisfação do “consumidor” por meio da mudança de comportamento na saúde pública. Por um lado, a prevenção e promoção da saúde à mais barata ao Estado; por outro, é mais complexo. Estes pesquisadores definiram três níveis: (i) diagnóstico do problema social; (ii) desenho dos benefícios e da mudança social; e (iii) definição do composto de Marketing Social. Este plano de Marketing Social é uma alternativa para introduzir a orientação ao cliente apoiado por Marketing Integrado em campanhas de saúde. Portanto o Marketing Social surge como uma apropriada ferramenta de abordagem a ser aplicada no setor público e na promoção da saúde.


Palavras-chave


Marketing Social; Promoção da Saúde; Saúde Pública; Mudança Social

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v15i2.2907

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org