Recordação e Atitudes dos Condutores em Face das Campanhas Publicitárias de Prevenção Rodoviária em Portugal – Uma Abordagem Exploratória

Manuel José Fonseca, Paulo Ribeiro Cardoso

Resumo


Este estudo pretende analisar qual a recordação e principais atitudes dos condutores portugueses em face das campanhas de prevenção rodoviária nacionais. No contexto de uma metodologia quantitativa foi elaborado um questionário e administrado a uma amostra de condutores portugueses. Mais de metade da amostra não se recorda de nenhuma campanha de prevenção rodoviária. Os apelos que mais influenciam o comportamento de condução são a moderação de velocidade e o uso do cinto de segurança. A abordagem dramática é aquela que tem mais impacto e a morte de pessoas queridas ao infractor é a consequência que mais influencia os condutores.

 DOI: 10.5585/remark.v9i2.2112


Palavras-chave


Publicidade e Propaganda; Campanhas de Serviço Público

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.5585/remark.v9i2.2112

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista Brasileira de Marketing – Remark



Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença
Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

REMark – Rev. Bras. Mark.
ISSN da versão online: 2177-5184
www.revistabrasileiramarketing.org