Processos de investigação-ação nas pesquisas brasileiras sobre a formação inicial e/ou continuada de professores de Ciências/Biologia

Taciara Lais Borgartz, Rúbia Emmel

Resumo


Este artigo analisa a importância que há em utilizar a investigação-ação na formação inicial e/ou continuada de professores de Ciências/Biologia, para promover a reflexão sobre as práticas docentes na busca por constituir investigadores ativos-críticos. Nesse viés, o objetivo desta pesquisa é compreender as contribuições de pesquisas de artigos produzidos no país sobre a investigação-ação/pesquisa-ação, o ensino de ciências e formação inicial ou continuada de professores de Ciências e Biologia. A presente pesquisa apresenta uma abordagem qualitativa, através de análise do tipo documental, realizada no Scientific Electronic Library Online, abrangendo pesquisas dos anos de 2002 a 2018. As pesquisas encontradas são das regiões sul, sudeste e nordeste, sendo que a região sudeste apresenta um maior número de pesquisas. A partir disso, por meio dos trabalhados encontrados na base de dados analisada foi possível identificar, caracterizar e reafirmar a importância de processos de investigação-ação nas pesquisas brasileiras sobre a formação inicial e/ou continuada de professores de Ciências/Biologia.

Palavras-chave


Investigação-ação; Formação de professores.

Texto completo:

PDF

Referências


ALARCÃO, I. Professores reflexivos em uma escola reflexiva. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2011.

BARBIER, R. A pesquisa-ação. Brasília, DF: Líber, 2007.

BARBIER, R. A pesquisa-ação. Brasília: Plano, 2002.

CARR, W.; KEMMIS, W. Becoming critical education: knowledge and action research. London: The Palmer Press, 1986.

CARR, W.; KEMMIS, S. Teoria Crítica de la enseñanza: la investigación-acción em la for-mación del profesorado. Barcelona: Martinez Rocca. 1988.

CONTRERAS, J. D. La investigación en la acción. Cuadernos de Pedagogia, n. 224, Madrid: Morata, p. 7-31, abril, 1994.

DIONNE, H. A pesquisa-ação para o desenvolvimento local. Brasília: Liber, 2007.

EL ANDALOUSSI, K. Pesquisas-ações: ciências, desenvolvimento, democracia. São Carlos: EdUfscar, 2004.

ELLIOTT, J. El cambio educativo desde la investigación-acción. Madrid: Morata, 1990.

ELLIOTT, J. La investigación-acción en educación. Madri: Ediciones Morata, 1990.

ELLIOTT, J. Recolocando a pesquisa-ação em seu lugar original e próprio. Tradução de PEREIRA, E.M.A. In: Cartografias do trabalho docente - professor(a)-pesquisador(a), GERALDI, C.M.; FIORENTINI, D. e PEREIRA, E.M. (orgs). Campinas: Mercado das Letras, 1998.

FRANCO, M. A. S. Pedagogia da pesquisa-ação. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 483-502, 2005.

LEWIN, K. Action research and minority problems. Journal of Social Issues, n. 2, p. 34-46, 1946.

LEWIN, K. Problemas de dinâmica de grupo. São Paulo: Cultrix, 1978.

LÜDKE, M.; ANDRÉ, M. E. D. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: Epu, 2001.

MORAES, R. Uma tempestade de luz: a compreensão possibilitada pela análise textual discursiva. Ciência e Educação: Bauru, SP, v. 9, n.2, p. 191-210, 2003.

MORAES, R.; GALIAZZI, M. C. Análise textual discursiva. Ijuí, RS: Ed. Unijuí, 2007.

MORIN, A. Pesquisa-ação integral e sistêmica. Rio de Janeiro: DP&A, 2004.

MORIN, A. Notas para o debate sobre pesquisa-ação. In: BRANDÃO, C. R. (Org.). Repensando a pesquisa participante. São Paulo: Brasiliense, 1999. p. 82-103.

PERRENOUD, P. Práticas pedagógicas, profissão docente e formação: perspectivas sociológicas. Lisboa: Dom Quixote, 1993.

SCHÖN, D. Formar professores como profissionais reflexivos. In: NÓVOA, A. (coord.). Os professores e sua formação. Lisboa: Dom Quixote, 1992, p. 77-90.

SHULMAN, L. Those who understand: the knowledge growths in teaching. Educational Reseacher, fev., p. 4-14, 1986.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. 14. ed. São Paulo: Cortez, 2005.

THIOLLENT, M. Metodologia da pesquisa-ação. São Paulo: Cortez, 2011.

TRIPP, D. Pesquisa-ação: uma introdução metodológica. Educação e Pesquisa, São Paulo, v. 31, n. 3, p. 443-466, 2005.




DOI: https://doi.org/10.5585/dialogia.n35.16753

Direitos autorais 2020 Dialogia

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Compartilhar igual 4.0 Internacional.

Dialogia

e-ISSN: 1983-9294
ISSN: 1677-1303
www.revistadialogia.org.br

Dialogia ©2020 Todos os direitos reservados.